IDENTIDADES CULTURAIS E NÉGRITUDE ANTILHANA / Maria de Lourdes Teodoro

Este texto é voltado para o Modernismo Brasileiro   e para o Movimento da Négritude. Ele descreve minha trajetória de pesquisa e de reflexão sobre as relações entre Brasil, África, Europa e Antilhas de expressão francesa e créole. Trago ao leitor o texto que eu li em um ritual de defesa de tese de doutoramento na Universidade de Paris, Sorbonne. Trata-se de um caminho centrado nas identidades culturais enquanto percorre as trilhas das identificações, em literatura comparada. Inclui breve introdução à Négritude Antilhana.

Maria de Lourdes Teodoro produziu uma excelente abordagem sobre a questão da identidade cultural em Césaire e M. de Andrade. Com efeito, a tese que foi defendida brilhantemente está centrada em uma questão ao mesmo tempo antropológica e literária: por um lado, uma elucidação enriquecedora da noção de identidade; por outro um trabalho de comparatismo literário em um campo ainda pouco explorado hoje. As análises teóricas, os comentários textuais formam um conjunto totalmente apaixonante.
Sorbonne, 18-IV-1984
Daniel Henri Pageaux - Professor na Universidade Sorbonne Nouvelle – Paris III

Maria de Lourdes Teodoro é psicanalista membro da IPA – International Psychoanalytical Association, membro associado da Sociedade de Psicanálise de Brasília; foi professora do Instituto de Artes da Universidade de Brasília – UnB. Após graduação em Letras na UnB, fez doutorado na Sorbonne e pós-doutoramento na Universidade de Harvard, EUA.

Serviço:

Identidades Culturais e Négritude Antilhana
Prática em Literatura Compartilhada
Maria de Lourdes Teodoro

Scortecci Editora
Cultura
ISBN 978-85-366-4130-0
Formato 14 x 21 cm 
88 páginas
1ª edição - 2015

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home