MIRIÃ, UMA ENFERMEIRA BAMBAMBÃ / Onã Silva

O romance Miriã, uma Enfermeira Bambambã é uma história de ficção, portanto qualquer semelhança com fatos reais é mera coincidência. Trata-se de um romance abordando o universo da enfermagem brasileira, onde existem lutas, desafios e situações complexas que exigem dos profissionais o perfil criativo.

O novo paradigma da profissão apregoa mudanças visando o reconhecimento social. Considerando tal asserção, a Enfermagem carece fundamentar-se na criatividade para desenvolvimento integral dos pares e ser reconhecida na sociedade em geral. Sem dúvida, projetos relacionados à literatura são estratégias nesta direção.

O projeto Miriã, uma Enfermeira Bambambã destina-se tanto a profissionais de enfermagem quanto de outras áreas, pois a obra transcende o universo da profissão e a relaciona com várias áreas, como a artístico-cultural. A obra ressalta a história da enfermagem e apresenta a importância de instituições de classe no desenvolvimento profissional. 

A publicação de Miriã, uma Enfermeira Bambambã recebe apoio da Associação Brasileira de EnfermagemABEn: uma entidade de caráter cultural, científico, político e de desenvolvimento dos profissionais de enfermagem. Vale ressaltar a importância do lançamento do romance em 2010, ano de tantas celebrações referentes à enfermagem: 100 anos de morte de Florence Nightingale, 84 anos da ABEn Nacional e 50 anos da ABEn-DF. A autora é associada da REBRA – Rede de Escritoras Brasileiras, cujo Selo Editorial contempla esta edição.

O romance Miriã, uma Enfermeira Bambambã é uma história de ficção. Porém, são verídicos os enfoques sobre a enfermagem moderna e suas precursoras, as Entidades de Classe, os Decretos e as Leis citadas no romance. O cenário escolhido para narrar esta história é o Estado de Goiás, haja visto o número reduzido de romances sobre o Centro-Oeste e as suas belezas, tradições e patrimônio cultural, literário, gastronômico e ambiental.

Vale ressaltar que o romance foi pré-selecionado no Prêmio SESC de Literatura 2009 – inscrito com o título de À Sombra dos Flamboyants – dentre mais de 600 obras participantes. O romance está estruturado em oito capítulos. Consta no Apêndice Bambambã, o Capítulo Final – Interativo que, de forma criativa e inovadora, propõe ao leitor interagir e participar da história. O objetivo é divulgar a enfermagem e formar uma rede de incentivo à leitura e à produção literária, além da circulação do livro Miriã, uma Enfermeira Bambambã.

Onã Silva
nasceu na primavera, em Posse (GO), por isso é poetisa-criativa! Reside em cenário inspirador – o Distrito Federal – pois da concepção concreta e dos ipês floridos emergem os poemas, romances, crônicas e toda arte literária. Quanto à área profissional, tem formação superior em Enfermagem e Artes Cênicas, é Pós-graduada em Saúde Pública e possui Mestrado em Educação. Atua como enfermeira na Secretaria de Saúde do DF, docente universitária da ESCS/Fepecs e arte-educadora. Ministra oficinas/ palestras sobre criatividade, teatro, dinâmicas e atividades lúdicas. Livros publicados: ... Mas a alegria vem pela manhã; O Sol da Justiça; A Quadradinha de Gude. Partícipe das antologias: Outros Poemas; Brasília: Vida em Poesia; Cronistas, contistas e poetas contemporâneos  – Série Safira. Tem artigos publicados na Revista Brasileira de Enfermagem, Revista Universa, Revista Linhas Críticas. Está biografada em livros, Dicionários e Catálogo de Escritores Brasilienses. Filiada à Associação Brasileira de Enfermagem, à Rede de Escritoras Brasileiras e aos Sindicatos dos Escritores e dos Enfermeiros do Distrito Federal.
E-mail: onatil@gmail.com

Serviço:

Miriã, Uma Enfermeira Bambambã
Onã Silva
Editora Scortecci
Ficção
ISBN 978-85-366-1983-5
Formato 14 X 21 cm 
192 páginas
1ª edição - 2010

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 

GRUPO EDITORIAL SCORTECCI
Edição, Impressão e Comercialização de Livros desde 1982

 
Nipotech