Dados Técnicos

Sobre o adeus e o encelado de Saturno
ISBN 978-85-366-0775-7
Poesia - JS 4198/1
Formato 14 x 21 cm - 48 páginas
1ª Edição - Ano 2007

Sobre o adeus e o encelado de Saturno

O livro Sobre o Adeus e o Encelado de Saturno da autora Carla Nobre traz um nome curioso. É o nome de uma das luas mais interiores de Saturno - planeta gelado que reflete quase toda a luz que recebe do Sol. Foi descoberta por um astrônomo inglês de origem alemã em 1789 – época em que algumas cabeças começaram a rolar na Europa enquanto outras se erguiam para olhar o que havia acima do horizonte. Na mitologia grega, Encélado é o titã que junto com o irmão foi derrotado em batalha contra Zeus e a deusa Atena e enterrado sob o monte Etna – onde estão selados até hoje lançando sua fúria sobre a Terra. Esse é o referencial simbólico escolhido pela autora para compor os cerca de vinte poemas que figuram no livro e que têm o amor e a saudade como tema. Não são “poemas dolorosos” em que se faz a exumação de um passado morto. São mais uma revisitação do que uma rememoração da vida.

Carla Nobre

A Autora Carla Nobre é amazônida e amapaense, morando bem no meio do mundo, o que faz a autora pensar que tem um grande milagre dentro dela. É casada com o seu amor Benedito Alcântara, que mais que marido, é amigo e amante. Tem dois tesouros, o Ernesto Luiz e a Bárbara Marina. É professora de literatura e língua portuguesa e sempre soube que sua vida estaria ligada à literatura e a magia da língua. Gosta mesmo de escrever e de atuar no palco como atriz. Quando ela era criança e olhava o fim do seu primeiro bairro, o buritizal, achava que se corresse bem, ela poderia tocar os horizontes. Hoje ela não pensa mais, ela toca mesmo, com toda a alegria exuberante que emerge dela. E esse livro é mais uma prova disso, para aqueles que gostam de ver o santo e o milagre acontecer bem na frente de nossos olhos. A autora já ganhou as seguintes premiações nacionais: Menção Honrosa pelo poema Anel de formatura, no concurso da Biblioteca Prof. Gerson Alfio de Marco, em Descalvado (SP). Menção Honrosa pelo poema Escolha??????, no 1º Concurso Na-cional de poesia Audifax Amorim, em Colatina (ES). Menção Honrosa pelo poema Um beijo longo e pela crônica Sou de significados, no 9º Concurso Lite-rário Prêmio Missões, promovido pela Igaçaba Produções, em Roque Gonzáles (RS). 3º lugar com o poema O homem, os garis e uma casca de laranja, no 1º Concurso de Poesia Falada da Fundação Cultural Casimiro de Abreu, no município do mesmo nome, Estado do Rio de Janeiro. Menção honrosa pelo poema Presente de férias, no 1º Concurso Apem de literatura, em Marília (SP). Participação na Tribuna da OFFFLIP/2006 evento paralelo à Festa Literária de Paraty (RJ), para leitura dos poemas Vento da partida e Anel de formatura. 3º lugar com o conto Os enterros, no 8º Concurso de Literatura – 2006 da Fundação Cultural de Canoas (RS).