Dados Técnicos
Canto Mínimo
Solange Berard Lages Chalita

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-1134-1
Formato 14 x 21 - 152 págs.
1ª edição - 2008
Canto Mínimo

Poema da Extinta Lembrança

Esquecer ou morrer-se
Até a última enervação
Nada sobre
Da demoníaca isquemia

Como um fluido fio
Recomeçar
Todos os dias
Sem revivescências

O que foi
Não mais está
Não é mais
Nem será

Então
Nu
No tempo
Estar pronto

Não para rever
Mas para ver pela primeira vez
Tudo o que havia sido visto

Imune ao desgaste do que apodrece
Ser
Simplesmete novo
E amante

Solange Berard Lages Chalita

Solange Berard Lages Chalita é natural de Maceió (AL).
Graduação: Licenciatura em Letras Clássicas (Faculdade de filosofia, Ciências e Letras Santa Úrsula (PUC, RJ) - Ciências Jurídicas e Socias (Faculdade de Direito, Universidade Federal de Alagoas) - Diplôme Supérieur de Langue et Littéreture Françaises (Université de Nancy, França).
Pós-graduação: Especialização em Linguística e Comunicação (Universidade Federal de Alagoas) - Doutorado em Literatura Brasileira (Universidade Federal de Alagoas).
Publicações: Canto Anônimo (poesia) -  Canto Sinônimo (poesia) - Canto/desencanto (poesia) - Passagem (contos) - Lily Lages (biografia) - Teatro em dois tempos (ensaio). Uma leitura junguiana do cordel nordestino (ensaio).
Outras informações biográficas: Foi colaboradora do jornal de Alagoas e da Gazeta de Alagoas. É sócia do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas, da Academia Alagoana de Letras, da União Brasileira de Escritores (São Paulo), da Academia de Letras e Artes do Nordeste , da Academia Alagoana de Cultura, do Grupo Literário Alagoano, da Associação Alagoana de Imprensa e da Associação Brasileira de Críticos de Arte.
É artista plástica, tendo realizado várias exposições no Brasil e no exterior.
Atualmente, é Presidente da Fundação Pierre Chalita, sediada em Maceió.