Dados Técnicos
A Obra Dos Seis Dias
João de Souza Bomfim

Scortecci Editora
Religião
ISBN 978-85-366-0177-9
Formato 14 x 21 - 328 páginas
2ª edição - 2008
A Obra Dos Seis Dias - 2ª edição

"Eu vi também, na mão direita do que estava assentado no trono, um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos. Vi então um anjo vigoroso, que clamava em alta voz: `Quem é digno de abrir o livro e desatar os seus selos?´Mas ninguém, nem no céu, nem na terra, nem debaixo da terra podia abrir o livro e de examiná-lo. Então um dos anciãos me falou: `Nao chores! O Leão da tribo de Judá, o descendente de Davi, achou meio de abrir o, livro e os sete selos." (Apo.5:1a5)

"Depois que o pecado ofuscara a vista dos homens, Deus proporcionou-lhes uma nova fonte de luz, criando uma nova obra e escrevendo um livro na pessoa de Cristo, o Deus-homem." Hugo compara a obra de Deus a um livro escrito por dentro e por fora: por dentro encontra-se inscrita a sabedoria e a divindade de Cristo, e por fora o mundo visível e a humanidade visível do mesmo Cristo. (Hugo de São Vitor, citado por Philotheus Boehner e Etienne Gilson).

"A história constitui um caminho que o povo de Deus há de percorrer inteiramente, de tal modo que a verdade revelada possa exprimir em plenitude os seus conteúdos, graças a ação incessante do Espírito Santo (Jo.16:13). Ensina-o também a constituição Dei Verbum, quando afirma que `A Igreja, no decurso dos séculos, tende continuamente para a plenitude da Verdade Divina até que nela se realizem as palavras de Deus´". (João Paulo II)

"Posto que todas as obras de Deus foram terminadas em seis dias, o mundo tem que durar em seu presente estado seis idades, ou seja, seis mil anos. Com efeito, o grande dia de Deus está limitado por um círculo de mil anos, como indica o profeta quando disse (Sl.89:4): `Ante ti, Senhol, mil anos são como um dia´. E assim como Deus trabalhou durante seis dias para criar a obra de tanta grandeza, assim também sua religião e sua verdade têm que trabalhar durante seis mil anos." (Latâncio).

João de Souza Bomfim

João de Souza Bomfim nasceu em Passos, (MG), em junho de 1940 - ano 5700 Calendário Judeu - e se mudou para Santo André, na Grande São Paulo, em 13 de maio de 1954. Desde 5 de Janeiro de 2006 fixou residência no Município da Estância Turística de Joanópolis, no interior de São Paulo.