Dados Técnicos
O Terceiro Olho
Odelita Figueiredo

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-1275-1
formato 14 x 21
1ª edição 2008
O Terceiro Olho

Homenagem aos duzentos anos de nascimento de Louis Braille .Este livro de poesia significa muito para mim, pois trata-se de uma homenagem que faço a Louis Braille, francês cego criador do sistema de leitura e escrita para cegos, que nasceu em 4 de janeiro de 1809 e estará completando duzentos anos de nascido em 2009.

O sistema de leitura e escrita através dos pontos criado por Louis Braille, e também conhecido por escrita a branco, ou escrita noturna, proporcionou-me a tão desejada chance de encontro com o mundo amplo da cultura, tornando-se para mim o mais importante meio de descoberta da poesia, sendo o principal alicerce para que eu me tornasse uma escritora.

Com a estimulação do tato (meu terceiro olho) fui alfabetizada e tornei-me habilitada a prosseguir os meus estudos, tornando-me uma cidadã ativa na sociedade. Odelita Figueiredo

Odelita Figueiredo

Odelita Figueiredo é uma escritora baiana, que com sua versatilidade já nos presenteou com cinco livros de poesia escritos com um cunho filosófico, onde transmite mensagens altruístas com toda força e doçura que lhe são peculiares.

Publicou ainda um livro de crônicas em 2005, que nos revela de maneira bem humorada alguns episódios presentes no cotidiano de uma pessoa cega sem nenhum complexo, e com extrema capacidade de superação. Seu romance de ficção publicado em 2007 revela ainda a sua larga imaginação criativa.

Agora, com o propósito de homenagear Louis Braille – inventor do método que lhe proporcionou a aquisição do conhecimento – Odelita nos oferece mais um livro de poesia com mensagens positivas e de gratidão por todas as oportunidades alcançadas em sua vida.

Odelita ficou cega aos nove anos de idade, formou-se em Música pela Universidade Católica de Salvador, e sempre foi apaixonada pelas letras, tendo participado da primeira coletânea de poesias Aves Ressentidas do Verde Mar, publicada em 1986. Catarina Serra