Dados Técnicos
Tatuagens na Alma
Daniel de Leon Carriconde
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-1312-3
Formato 14 x 21 cm - 148 páginas
1ª edição - 2008
Tatuagens na Alma

(...) Não importa quando acontece,
Mas sim que simplesmente aconteça.
Não importa aonde acontece,
Mas sim, que é bonito.
A distância entre Céu e Terra,
Não impede que eles se juntem. (...)

Uma vez, escrevi uma redação no colégio e a professora me deu nota dez. Ela ainda disse que eu deveria escrever mais, porque estava muito bom o meu poema. Daí em diante eu comecei a passar para o papel meus dias de adolescente. E depois os de jovem. E depois os de adulto.
Tornou-se uma necessidade, “contar” meus foras, minhas vitórias, meu orgulho, minhas impressões dos dias normais, pelos quais todos passam. Os poemas, ou poesias, que estão nas próximas páginas, para mim são histórias. Cada um deles, tem um fato relacionado, uma lembrança – boa ou ruim – de um momento de minha existência que, para meu alívio, eu tive de transcrever.
Li muitas vezes cada uma destas páginas, quando queria – e ainda quero – recordar bons momentos, ou achar forças para seguir adiante. São palavras, nada mais. Mas eu passei por tudo isso, e trago, até hoje, essas tatuagens na minha alma.

Daniel de Leon Carriconde

DANIEL,

Na "primeira estrofe": neto, filho, irmão e tio Gaúcho, de Porto Alegre; leonino, do dia 17 de agasto de 1974.

Já na "segunda estrofe" (na 'nova casa'): marido e pai.

Há 7 anos morando no Pará, "logo ali, pertinho de casa"...

Engenheiro mecânico (por escolha), 'arteiro' (por vocação) e artista, harmonicista e violonista (por insistência), campista e 'escoteiro' (por paixão), tranqüilo e 'esquentado' (por natureza); judoca e 'arqueiro' (por exporte)... Entre outras tantas coisas mais: POETA(por prazer)!
Um cara que se adapta em qualquer lugar do mundo, porque o lugar dele É o mundo!

Leticia de Leon Caniconde - irmã.