Dados Técnicos
Pulseira de Berloques
Maria Inez Masaro Alves

Scortecci Editora
Contos e Crônicas
ISBN 978-85-366-1503-5
Formato 14 X 21 cm 
144 páginas
1ª edição - 2009
Pulseira de Berloques
A vida é feita de acontecimentos, uns tristes, outros alegres que vão se encadeando como uma Pulseira de Berloques que torna-se mais valiosa à medida que os berloques vão sendo acrescentados. Sem fazer apologia ao passado, a autora mostra através das tramas tecidas pelos laços familiares, o jeito prazeroso de viver quando as pessoas não haviam sido colhidas pelo redemoinho implacável, trazido pela transitoriedade do mundo virtual. Onde falha a memória as histórias são reconstruídas com a fantasia. Para a autora, antes de ser uma obra literária, este livro tem a pretensão de ser um legado para as novas gerações – seus netos, para que entendam e encontrem nas histórias de vida de seus antepassados um motivo a mais para buscar na simplicidade o caminho para as grandes e pequenas coisas:

“Entendo, através das palavras que chegam aos meus ouvidos, como conversas de celular em áreas de sinal fraco, que as histórias vão se misturando com a exteriorização dos sonhos, das esperanças e dos desejos. Também lá, há tantos anos atrás, na casa tão rústica, na velha rede, as histórias de fantasmas se misturavam à ânsia de prever o futuro. Tantos sonhos... Aquele nhec nhec me traz paz e tranquilidade...”
Maria Inez Masaro Alves
Maria Inez Masaro Alves é paulista, nascida em Andradina, cidade conhecida como a terra do Rei do Gado. Concluiu seus estudos acadêmicos na Unicamp onde graduou-se em Pedagogia, fez mestrado em Psicologia Educacional e Doutorado em Sociologia com o tema Adolescência e Televisão. Tem citações, entrevistas e textos publicados na Revista Veja, nos jornais: Estado de São Paulo, Jornal da UNICAMP e Correio Popular; de Campinas, A Tribuna, de Amparo; Cidade, de Serra Negra; Tribuna das Águas de Águas de Lindóia, Umuarama Ilustrado de Umuarama, entre outros. Publicou também vários textos acadêmicos em revistas especializadas. Depois de dedicar a carreira ao ensino, desde as escolas rurais até à universidade, aposentou-se como professora universitária. Descendente de italianos, com avó materna francesa, Maria Inez cresceu e foi educada nos valores de cidadezinha interiorana. Tornou-se amante dos livros assim que foi alfabetizada, paixão alimentada pelo incentivo de duas irmãs mais velhas, já professoras, e pela inesquecível Cora Coralina, amiga da família. Casada, cinco filhos e oito netos, Maria Inez optou pela vida tranquila em um sítio em Serra Negra onde encontrou tempo e espaço para dedicar-se a escrever suas memórias, mesclando-as com a ficção, como também para cultivar flores e amigos.  Fundadora do Círculo de Leitura de Serra Negra – cidade cuja Câmara de Vereadores lhe concedeu o título honorífico de Cidadã Serrana, tem participado de concursos literários pelo interior de São Paulo e recebido prêmios nas categorias de prosa e poesia. Seus contos e crônicas materializam seu desejo de compartilhar sabedorias e experiências adquiridas durante sua trajetória de cidadã, professora, mãe e avó.