Dados Técnicos
Getúlio Vargas e o Teatro
Comunicação, Poder e Censura na Construção Simbólica do Imaginário Varguista
Eliza Bachega Casadei
Scortecci Editora
Comunicação
ISBN 978-85-366-2430-3
Formato 14 x 21 cm 
152 páginas
1ª edição - 2011
Getúlio Vargas e o Teatro

Há muito sabemos que os meios de comunicação de massa atuam como mediadores do imaginário social acerca do poder político, atuando como agenciadores de representações socialmente compartilhadas. Neste sentido, este livro explora alguns aspectos do relacionamento entre os produtos midiáticos e o poder a partir do estudo de como o imaginário social de Getúlio Vargas foi mediado, construído e reinterpretado em peças teatrais encenadas durante o seu governo. A partir das peças presentes no Arquivo Miroel Silveira, esta pesquisa procura também compreender qual era o papel da censura frente a estas representações.

Eliza Bachega Casadei

ELIZA BACHEGA CASADEI é doutoranda em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e professora dos cursos de Comunicação Social do Complexo Educacional FMU-FIAM-FAAM. É Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP e jornalista formada pela mesma instituição. É coautora do livro “Palavras Proibidas: pressupostos e subentendidos na censura teatral” e autora do livro “Saiu da História para entrar nas revistas: enquadramentos da memória coletiva sobre Getúlio Vargas em Veja, Realidade e Time”.