Dados Técnicos

Oferendas:
Dádivas de Amigo
Rute Raposeiro
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-2560-7
Formato 14 x 21 cm 
80 páginas
1ª edição - 2012

Oferendas: Dádivas de Amigo
Oferendas: dádivas de amigo, segunda obra publicada de Rute Raposeiro, começa com algumas trovas recriadas do tempo da infância e da adolescência. Em seguida apresenta algumas poesias de 1974, época em que Rute “inventou” que seria escritora, e outras de quando estava concluindo a faculdade, período que começou a distribuir poesias entre as amigas e colegas de classe.

O livro se encerra com cinco poesias “concretas”. Diz a autora: “Ao conhecer esse tipo de poesia eu comecei a descobrir que nem sempre é necessário uma história para compor uma poesia, a poesia é algo que surge de um momento, seja a partir de uma ‘pedra no caminho’, ou do ‘abstrato’. Foi assim que decidi compor a última parte de meu primeiro livro de poesias: Concretizando o Abstrato”.
Rute Raposeiro

Rute Raposeiro nasceu em 1946, em Pirassununga (SP), onde permaneceu até os oito anos. Mudou-se para Americana, também no interior de São Paulo, lá viveu por nove meses. Em 1955 foi para São Caetano do Sul (SP), onde ficou até a morte de seu pai. Morou alguns meses na casa de uma tia em São Paulo, capital, tendo voltado para São Caetano em 1960, onde permaneceu até os 21 anos. Depois do casamento, residiu no bairro de Santana por dois anos e, em 1969, foi para São Bernardo do Campo, onde vive até hoje. Quando seu pai morreu, saiu da escola para trabalhar. Conseguiu voltar aos estudos aos 29 anos. Fez o antigo Supletivo de 1º e 2º Graus. Em 1980 entrou para a faculdade, formando-se em Letras. Desde então vem atuando como professora. No tempo da faculdade, começou a escrever poesias, ou melhor, recomeçou. “Oferenda” foi a primeira poesia dessa fase, ofertada à professora de estágio. E assim surgiu este livro: Oferendas: dádivas de amigo. Em 1996, publicou seu primeiro livro em prosa: Viagens para um futuro melhor. Tem outros cinco livros de poesias: Felicidade: dádiva divina, Ar primaveril, Laços, Eterno buscar, e o infantil Convite à poesia, que espera editar em breve. Escreveu ainda histórias infantis.