Dados Técnicos

Ainda Há Tempo Para a Esperança!
Alcidéa Miguel de Souza
Scortecci Editora
Autobiografia
ISBN 978-85-366-2603-1
Formato 14 x 21 cm 
48 páginas
1ª edição - 2012

Ainda Há Tempo Para a Esperança!
Ainda há tempo para a esperança! conta a trajetória real de Alcidéa Miguel de Souza, que vai do sofrimento à celebração, da tristeza à alegria, do impossível ao possível. Impressionante como as experiências aqui contadas trazem ao leitor a vontade de cultivar a semente de esperança existente dentro de cada um de nós. Aproveite a leitura. Que ela traga melhorias para seu dia a dia!
Alcidéa Miguel de Souza
Alcidéa Miguel de Souza nasceu em Vitória (ES) em 1962, filha de Alfredo Miguel (in memoriam) e Margarida Neves Miguel. É nora de Francisco Saraiva de Souza (in memoriam) e Valgelice Tavares de Luna Souza. É casada com Moacir Tavares de Souza, formado em Teologia, com quem tem três filhos: Lucas (26 anos, formado em Administração/Comércio Exterior), Amanda (24 anos, estudante de Medicina) e Daniel (18 anos, estudante de curso técnico em Eletrotécnica). Teve sua formação superior na Faculdade FAINC em Santo André (SP), nos cursos de Artes e Música. Estudou saxofone na Fundação das Artes em São Caetano do Sul (SP), regência, violão, violino e canto. Aprecia a boa leitura, preferindo temas direcionados a auto-ajuda e aconselhamento. Gosta de música é claro, e toca violão, saxofone e violino. É conferencista nos temas: métodos de musicalização infantil e adulto, música na vida do ser humano e no cotidiano, marketing e música, experiências de vida e esperança, autoajuda etc. Atua ainda como cantora, backing vocal, professora de educação musical (do ensino infantil ao médio), regente de coros graduados, atriz, compositora e escritora. Tem artigos e entrevistas sobre diferentes temas veiculados em revistas, televisão e jornais. Compositora do Hino do Voluntariado da cidade de Santo André (SP), trabalha ainda com jingles. Já se apresentou em eventos nacionais e internacionais, tocando, cantando e ministrando palestras.