DIVÃ NÁUTICO / José Paulo de Paula e Silva

“É na hora daquela geladíssima caipirinha no cockpit, preparada com esmero por sua companheira que, vez ou outra, deixamos o pensamento livre às elucubrações e boa parte dessas “Crônicas Flutuantes” vêm à tona. O único perigo é acabar o gelo, que costuma ser escasso a bordo de pequenos veleiros. Há, todavia, muitos outros perigos a bordo. Uma das coisas que mais me causa medo é cair na água e, caso não estejamos sós, ninguém perceber.

Em menos de um minuto estaremos vendo nosso barquinho se afastar e, possivelmente, se não entrarmos logo em pânico, seremos assolados pelo maior sentimento de solidão a que um ser humano talvez possa estar exposto, aí então o pensamento automaticamente se voltará para os tubarões, mesmo que saibamos que por ali nunca tenham sido vistos; sei lá... vai que naquele dia um se tenha desviado dos caminhos habituais e a gente ali, com as perninhas balançando feito fosse minhoca em ponta de anzol... credo!” (...)

Velejar é um esporte ou um lazer, dependendo da personalidade do praticante. A adrenalina veleja solta nas veias dos regateiros; já os velejadores de lazer curtem o marulhar ao sabor do vento e da cerveja e, obviamente, a companhia dos amigos. Freud, caso estivesse vivo, possivelmente se espantaria diante do mastro de um veleiro e, com certeza, logo veria que o cockpit poderia se prestar – talvez com algumas vantagens sobre o tradicional – a  excelente divã. No dia a dia caçamos mamutes, aos finais de semana velejamos.

Domar a natureza é um dos desafios do velejador, enfrentando mar e vento para cursar seus rumos. Assim como na vida, nem sempre o vento que sopra é o de popa, tornando a aventura mais desafiadora no caminho de alguma enseada paradisíaca. Com bom vinho e amigos toda aventura se transforma em histórias, e neste livro do Zé Paulo o que não faltam são histórias.
Eustáquio Andreotti, - psicólogo e velejador... não necessariamente nesta ordem.

Que o seu e o nosso Zé Paulo (biólogo, escritor, poeta, trovador, violeiro, músico, contador de verdades e mentiras, jogador, velejador, pescador, professor, pai de família e algo mais) viva muito, sendo sempre esta figura especial que todos nós amamos – com a qual aprendi muito, inclusive sobre a vida.
Bilhetinho virtual do Hélio enviado para a Barbara.
          
Que os votos do meu grande amigo Hélio das Ostras se realizem ipsis litteris.
Saravá
Zé Paulo

Serviço:

Divã Náutico
José Paulo de Paula e Silva

ISBN 978-85-366-3909-3
Formato 14 x 21 cm 
84 páginas
1ª edição - 2014

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home