CERTAS MULHERES / Augusto Cruz / Mirian Canavarro

A obra tem como tema central a mulher. Criando uma série de contos através de personagens diferentes, com idades, histórias, crises e perspectivas próprias, mas que possuem a qualidade de compor um universo feminino amplo, desmitificando a mulher padronizada e retomando o conceito da diversidade de gênero. Busca mostrar todas as variáveis que torna a Mulher um ser único e singular, mas nem por isso, previsível. Brincar com essa imprevisibilidade é o desafio dos Autores, cada qual com sua visão sobre esse complexo universo.

Homem e mulher falando sobre o mesmo tema, mas colocando em suas criações suas idiossincrasias. Esse “pingue-pongue” busca estimular o leitor e abre um amplo espectro para as reflexões femininas. A mulher solteira, a casada, a amante, a mãe generosa e a mãe egoísta. A mulher do lar e da vida. A mulher submissa e a guerreira... Todas essas mulheres fazem parte do enredo desta obra, que coloca a mulher como ponto focal e central, mas nem por isso, isenta de imperfeições. Certas Mulheres foi construído a quatro mãos, o feminino e o masculino escrevendo sobre um único tema: a Mulher e suas relações, paradoxos, medos, angústias e revelações.

Os autores, Augusto Cruz e Mirian Canavarro se conheceram após troca de informações sobre literatura na página do Facebook criada pela empresa Carreira Literária, para promover o debate entre os participantes da  primeira turma, do curso sobre mercado editorial. Esse encontro virtual, aconteceu em meados de agosto de 2015. Como o curso foi feita à distância e, de fato, a distância existia entre os dois, já que ela mora em São Paulo e ele em Salvador. A amizade nasceu de uma forma incomum para quarentões, mas já usual para os adeptos do universo digital, porém com um único interesse: literatura. Começaram a trocar seus textos para a avaliação crítica e sugestões.

Sentiram uma empatia literária muito grande, ambos escreviam de forma parecida e por isso, Mirian propôs escreverem uma coletânea de contos em conjunto. Como a temática da obra de Mirian sempre é muito voltada ao universo feminino, propôs o desafio ao Augusto, para que numa mesma obra, pudessem experimentar duas visões (homem e mulher) sobre o mesmo tema: a multidiversidade feminina. Foi assim que, em menos de três meses, 18 contos foram escritos pela dupla de amigos. Convidaram a Dra. Luislinda Valois, Desembargadora, Escritora, Embaixadora da Paz das Nações Unidas, Gran Comendadora, ocupa a cadeira número 6 da Academia de Letras José de Alencar, de Curitiba-PR.

Tornou-se juíza em 1984, sendo a primeira Magistrada negra do Brasil. Foi autora da primeira sentença de condenação por racismo no país, em 1993. Criou em 2003 o projeto Balcão de Justiça e Cidadania, para resolução de conflitos em áreas pobres de Salvador. Em 2009, publicou o livro O negro no século XXI. Em 2011, foi promovida por antiguidade, a desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). No mesmo ano foi premiada com a Camélia da Liberdade, em reconhecimento a personalidades que promovem ações de inclusão social de afro descendentes. Para a capa, após um despretensioso e-mail para a renomada artista plástica Isabelle Tuchband, receberam de presente uma gravura para a capa do livro – a capa se transformou numa obra de arte.

“Através desta obra constata-se que as mulheres não perderam a sua essência; pelo contrário, estão em busca de espaços e mais espaços, aliás, luta muito digna e elogiável. Nos contos integrantes destes escritos nos deparamos com situações enfrentadas pelas mulheres hodiernamente, valendo dizer que os autores têm, no seu viver, um saber transmitir que merece ser registrado, lido, guardado e apreendido.”
Luislinda Valois

Augusto Cruz é advogado e professor, com especialização em Política e Estratégia pela Universidade do Estado da Bahia. Escreve em blogs sobre cinema, literatura e Direito. Publicou em 2015 o livro Corredor: Um Estilo de Vida, sobre o prazer de correr e suas experiências no universo das corridas, pela Editora Oito e Meio. Em Certas Mulheres faz sua primeira incursão em literatura de ficção, desbravando o universo feminino, do qual se considera coadjuvante, já que, como se não bastasse a parceria desta obra, ainda dedica a maior parte de seu tempo à sua esposa Cristina e à filha Laila, restando-lhe de companhia masculina o parceiro Juca – um maltês brincalhão.

Mirian Canavarro exerce a carreira de advogada há 20 anos. Tem especialização em Direito Empresarial pela FGV/SP e é Mestranda em Direito Comercial pela PUC/SP. Escreve sobre literatura para a Obvious Magazine (revista online portuguesa) e é colunista do Jornal Notícias de Cotia e Região (SP), em que trata sobre o cotidiano da mulher. Mãe, esposa, profissional e otimista – por isso, em Certas Mulheres pretende trazer à tona as questões que permeiam o universo feminino, num tom casual e despretensioso, mas que leve a questionar sobre o papel da mulher na sociedade atual.

Serviço:

Certas Mulheres
Augusto Cruz
Mirian Canavarro

Scortecci Editora
Contos
ISBN 978-85-366-4553-7
Formato: 14 x 21 cm
128 páginas
1ª edição - 2016

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home