AINDA HÁ CANÇÕES E FLORES / Adilson Pacheco

Segundo o autor, a poesia retrata os sentimentos e a visão de mundo do poeta. As poesias apresentadas no livro refletem os diversos momentos da vida do autor e os acontecimentos do cotidiano. A simplicidade é marca latente nos versos, pois são destinados a todas as pessoas, independentemente de formação escolar ou intelectual, uma vez que, para amar as pessoas, as canções e as flores, não é necessário ter diploma acadêmico. Somente quem se maravilha com as cores da natureza, usa o cérebro para refletir os acontecimentos do cotidiano, consegue amar. Somente quem consegue amar pode tornar a vida melhor. As poesias devem ser lidas com simplicidade e com certeza irá ao encontro do sentimento que vai dentro de seu coração.

Quem ama gosta de poesia. Pode ser velho ou jovem. Criança gosta de poesia. Mulher gosta de poesia. Homem também gosta. Então o mundo não está perdido. Em vários versos o autor contesta o excesso de informatização que acaba por relegar a essência humana para segundo plano e denuncia as contradições da sociedade moderna. Em outros versos brinda o amor e a vida com suas alegrias, tristezas, encontros e desencontros. Sobretudo, as poesias irão ao encontro dos sentimentos de esperança e a capacidade de amar das pessoas. Afinal, NÃO SOMOS MÁQUINAS, e sim fruto da maior poesia, que é a vida.

Adilson Pacheco - Nascido no bairro da Penha na cidade de São Paulo em 1952, onde passou a infância e juventude. Aos 2 anos de idade contraiu a poliomielite nos membros inferiores, passando por tratamentos durante vários anos, o que retardou o início dos estudos. Aos 10 anos de idade foi matriculado no 1º ano do curso Primário no Grupo Escolar Barão de Souza Queiroz, onde estudou por 4 anos, posteriormente fez os cursos Ginasial e Colegial na Escola Estadual Conselheiro Crispiniano em Guarulhos. Aos 15 anos de idade surgiram os primeiros versos. A partir do contato com os movimentos culturais organizados no Ginásio, passou a ter participação efetiva naqueles eventos. Concorreu em diversos momentos de concursos literários e festivais de música estudantil, sendo premiado em alguns deles. As poesias passaram a ter temas diversificados, com uma visão mais pessoal e social do cotidiano e do mundo. Formado em Psicologia e Complementação Pedagógica, foi professor de Psicologia em escolas estaduais no curso de Magistério e Ensino Médio. Eleito vereador, cumpriu mandato de 1989 a 1992. Após o mandato continuou exercendo o magistério. Atualmente é diretor de escola municipal na cidade de Guarulhos. Casado há 37 anos com a professora Neide, tem duas filhas (Daniela e Liliem) e dois netos (Felipe e Isabela).

Serviço:

Ainda Há Canção e Flores
Adilson Pacheco

Scortecci Editora
Contos
ISBN 978-85-366-4685-5
Formato 14 x 21 cm 
92 páginas
1ª edição - 2016

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home