ESTRELA CRIANÇA / Ana Maria Di Giacomo

A poesia de Ana Maria revela o espírito da mulher, vasto demais para os limites da vida. Nestas páginas vi esperança de criança, solidão, desejo de liberdade, bom humor, espiritualidade, encantamento diante da beleza. São poemas de sentimento. Absolutamente francos e declarados sem disfarces em pretensões literárias.

Um manifesto do direito a ser romântico. Aqui o Amor (assim mesmo, com A maiúsculo) é um personagem procurado pela poeta. E em sua busca viaja para aqueles lugares não sabidos, talvez entre os sonhos e o entardecer, por onde só transitam os sensitivos. Que o leitor, como eu, possa se deliciar. Para tanto é preciso abrir a mente, a imaginação, a sensibilidade.
Regina C. Di Giacomo

Meus pais tomaram coragem após a Segunda Guerra Mundial e partiram de um país em ruínas, destruído por completo. E assim imigramos para o Brasil, a promissora América, deixando para trás nosso país de origem, a Itália. Éramos uma família de oito pessoas, os genitores e seis filhos, cinco homens e a caçula, uma menina, eu, Ana Maria, na época com 4 anos de idade. Talvez tenha herdado do meu pai essa pequena veia de observar as voltas que a vida dá e as nossas reações. Posso dizer que somos uma caixinha de surpresas. Aprendi com ele a espirituosidade, os trocadilhos, pois não perdia um falar seu, era como se estivesse declamando sua visão naquele instante, ora com louvor, ora com carinho, ora com humor, ora irônico, e, às vezes, um tanto soberbo. Também tinha seu lado mágico, lírico, sensível. Eu era a menina de seus olhos, um cristal que ele admirava, cuidava, protegia, a me falar sobre as ciladas da vida, os cuidados que devia ter para não sofrer, sempre manter o respeito e em qualquer situação honrar a vida, honrar seu nome. Aprendi com ele a superar situações dolorosas. Homem honesto, digno, administrador exemplar. E com ele aprendi também que não é preciso ir muito longe buscar a alegria e a felicidade, porque elas estão dentro de nós. Valoroso é viver sempre de bem com a vida. Minha reverência ao homem e pai Carlo Di Giacomo.
A Autora

Serviço:

Estrela Criança
(Setenta Poemas)
Ana Maria Di Giacomo

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-4794-4
Formato 14 x 21 cm 
92 páginas
1ª edição - 2016

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home