Receba nossa Newsletter: Nome Email

O MAR E O CÓRREGO DA FOICE / Alberto de Godoy Azeredo

“Jamais desejei ser poeta, acordado e sonhando. Nunca fui leitor de poesia, continuo não sendo. Não é preciso ler poesia para ser poeta, o contrário é patacoada. Poesia é para poucos, quatro ou cinco, não mais que isso. Pessoas que desejaram ou que desejam ser artistas, ah, elas são engraçadas, né?” Com esses dizeres autênticos e cortantes, Alberto de Godoy Azeredo, nascido em São Bento do Sapucaí (SP), faz uma espécie de síntese da poesia que escreve desde 2011. O poeta publicou dois livros, o terceiro e o quarto, pela Scortecci Editora, O Invisível Pardieiro de Pétalas, de 2016, e Ao Poeta não Porás Mordaça, de 2017.

O que eu li me serve de subsídio, mas é meio que periférico, as pessoas com as quais convivi, eu aproveito muito mais delas. O que me serve mesmo, o centro, é o que eu sou, de alguém que tem o que dizer.
O Autor

Serviço:

O Mar e o Córrego da Foice
Alberto de Godoy Azeredo
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-5480-5
Formato 16 x 23 cm 
148 páginas
1ª edição - 2018

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home