Receba nossa Newsletter: Nome Email

O HOMEM DO CHARUTO E OUTROS CONTOS / Aluysio Mendonça Sampaio

Segundo o autor Aluysio Mendonça Sampaio, o livro O homem do charuto e outros contos, trata-se de um livro em que transita do humorístico ao trágico. Os contos são inspirados em piadas e narrativas populares, mas “em ritimo que torna cada narrativa um poema”, como já notara Joaquim Montezuma de Carvalho ao manifestar-se sobre Os Anônimos. Registre-se que contos deste livro, divulgados na imprensa, foram bem recebidos pela crítica, qualificados alguns como pequenas obras primas.

 
Aluysio Mendonça Sampaio é autor de uma obra literária variada, transitando entre os vários gêneros (ensaio, poesia e ficção). Como ensaísta, além de artigos divulgados na imprensa, é autor de Brasil, Síntese da Evolução Social; Senhores e Escravos (A escravidão do indígena no Brasil) e O que é Reforma Agrária. Crítico literário, publicou, a partir de inúmeros artigos, os livros Em Busca da Manhã (a poesia de José Sampaio) e Jorge Amado, o romancista. Estreou na poesia com Noite Azul, tendo reunido seus poemas, publicados em livros e na imprensa, numa antologia pessoal intitulada Poesia, às vezes. Ficcionista, é autor dos romances Zero Três e Ainda é noite. Destacou-se, no âmbito do conto, com o livro Os Anônimos, prêmio Afonso Arinos, da Academia Brasileira de Letras. É autor de Areia Branca, Um poema para Clarice e Letras Um.

Chão Perdido, classificado pelo autor como quase memórias, e sobre o qual diz Jorge Amado: Ficção e memória, páginas deliciosas. Agora, à sua bibliografia se acrescenta este livro, O homem do charuto e outros contos, em que se aliam a essência da sua vivência popular e sua linguagem singela, bem elaborada. Trystão de Athayde, Mário Cabral e Francisco Carvalho apontam alguns contos como pequenas obras primas e Octávio de Faria nota que, no autor, o senso do conto é realmente notável. Joaquim Montezuma de Carvalho diz: “... como se Gil Vicente fizesse conto. Que riqueza de linguagem e de expressão! E nesta sua prosa um ritmo que torna cada narrativa um poema”. Neste O Homem do Charuto acentua-se, na linguagem e no conteúdo, assinalável busca do humor inspirado em histórias e piadas correntes no povo. Mas isso sem afastar-se da linguagem poética e da dramaticidade de outros contos, como, por exemplo, Lalau do Tombo.

Serviço:

O homem do charuto e outor contos

Aluysio Mendonça Sampaio
Scortecci Editora
Contos
ISBN 978-85-366-0829-7
Formato 14 x 21 cm - 84 páginas
1ª edição - 2007

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home