SUSSURROS E TEMPORAIS / José Ailton Ferreira

Bahia, brilhante poeta dono de um vocabulário muito rico.


Sua obra prende a atenção pela forma aberta e ousada, usada para manifestar tanto romantismo e pela sua maneira versátil, aliada ao regionalismo sem exagero.

Em cada obra sua podemos sentir o amadurecimento do autor.

José Antonio Coelho


José Ailton Ferreira veio à luz deste planeta num 9 de janeiro de céu límpido e estrelado sobre Almadina (Bahia). Viveu sua infância e adolescência entre Brejo do Almada, Coaraci, Itapetininga e Maiquinique (período em que cursou o primário e parte do ginasial). Aos 16 anos, passou a morar entre Itabuna e Ilhéus. Concluiu o ginasial e cursou o 2o grau no Colégio Estadual de Itabuna.

Em seguida, ingressou na Universidade Estadual de Santa Cruz (Ilhéus/Itabuna), no curso de Economia. Ao concluí-lo, deslocou-se para Rondônia (Porto Velho), onde mora desde 1983. Ainda cedo, meteu-se a rabiscar versos, mas só começou a publicá-los a partir de 1975, em jornais estudantis, panfletos e, depois, na coluna Sua vez, editada no Diário de Itabuna pelo jornalista e poeta Raimundo Galvão.

Na capital rondoniense, desde que chegou, vem atuando na imprensa local, tendo colaborado na coluna Estante de Cultura, do Jornal Auto Madeira. Foi um dos editores de cultura do jornal.
O Guaporé e no momento é co-editor das colunas Lítero-Cultural e Geléia Geral, no octogenário Alto Madeira.

Serviço:   

Sussurros e Temporais
José Ailton Ferreira

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 85-7372-022-0
Formato 14 x 21 cm - 92 páginas
1ª Edição - Ano 1998

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.





Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home