SAGRAÇÃO DO ALFABETO / Leonor Scliar-Cabral


Em Sagração do alfabeto Leonor Scliar-Cabral presta seu tributo a um dos maiores feitos do homem na acumulação do saber: a invenção do alfabeto.

A trajetória para o registro escrito da experiência desenvolve um lento percurso desde a fase pictográfica (a tradução mimética da realidade do mundo), ou seja, a escrita das coisas, passando pelos ideogramas, caracterizados pelas metáforas e metonímias, até chegar à escrita fonográfica, que representa a fala.

Nesta série de 22 sonetos, a autora retoma o elo perdido entre os hieróglifos e o alfabeto fenício, isto é, a escrita protosinaítica, assinalando dois desenvolvimentos exponenciais: por um lado, o momento em que a um segmento, ou som, é fixado um desenho para representá-lo; por outro, a marcha para a simplificação e abstraimento do desenho que não guarda mais nenhuma relação com referentes externos, desenvolvimentos que resultam numa economia de custos para a memória e no aumento gigantesco da produtividade dos sistemas escritos. 

As traduções poéticas para o francês, por Marie-Hélène Torres, para o espanhol, por Walter C. Costa, para o inglês por Alexis Levitin e para o hebraico, por Naama Silverman-Forner, constituem um feito inédito nessa edição em cinco línguas, enriquecida ainda pelo traço do poeta e artista plástico Rodrigo de Haro. O livro abre com a apresentação de Moacyr Scliar.

Leonor Scliar-Cabral, nasceu em Porto Alegre, em 1929, é doutora em Linguística pela USP e Professor Emeritus, titular aposentada pela UFSC e pós-doutorada pela Universidade de Montreal. Eleita em julho de 1991 na Universidade de Toronto, Presidente da International Society of Applied Psycholinguistics, ISAPL, reeleita na Universidade de Bolonha/Cessena, é atualmente Presidente de Honra. Foi presidente da União Brasileira de Escritores em Santa Catarina (1995-1997) e presidiu a ABRALIN, no biênio 1997-1999. Pertence ao Conselho Editorial do International Journal of Psycholinguistics, de Cadernos de Estudos Lingüísticos e de Letras de Hoje (fundadora), da Revista da ABRALIN entre outros. Pesquisadora do CNPq desde a década de 1970, atualmente é coordenadora do Grupo de Pesquisa Produtividade Linguística Emergente, alimentando o banco mundial de dados CHILDES. Com dezenas de trabalhos publicados no Brasil e no exterior, entre os quais Introdução à Lingüística (Globo, 7ª edição) e Introdução à Psicolingüística (Ática, 1990), publicou Romances e Canções Sefarditas (Massao Ohno, 1990), Memórias de Sefarad (Athanor, 1994), De senectute erotica (Massao Ohno, 1998), Poesia espanhola do século de ouro (Letras Contemporâneas, 1998),  O outro, o mesmo (trad. poética, in J.L. Borges, Obra completa, Globo, 1999), Cruz e Sousa, o poeta do desterro (versão poética para o francês com M.-H. Torres, das legendas do filme de Sylvio Back, Sete Letras, 2000). Ultimamente vem se dedicando à prevenção do analfabetismo funcional, com a Proposta Scliar de Alfabetização. Seus últimos livros são Princípios do sistema alfabético do português do Brasil e Guia Prático de alfabetização (Contexto, 2003), O sol caía no Guaíba (Prym, 2006) e, com C. R. Caldas-Coulthard, Desvendando discursos: conceitos básicos (EDUFSC, 2008).

Serviço:

Sagração do Alfabeto
Leonor Scliar-Cabral
Traduções:
Espanhol - Walter C. Costa
Francês - Marie-Hélène C. Torres
Inglês - Alexis Levitin
Hebraico - Naama Silverman Forner
Ilustrações: Rodrigo de Haro
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-1560-8
Formato 14 X 21 cm 
176 páginas
1ª edição - 2009

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home