O ENCANTO DO RÁDIO / Oliveira Neto

A Empresa Westinghouse foi quem fez nascer, meio que por acaso, a rádio-difusão. A empresa fabricava aparelhos de rádio para as tropas da Primeira Guerra Mundial e com o término do conflito ficou com um grande estoque de aparelhos encalhados. A solução para evitar o prejuízo foi instalar uma grande antena no pátio da fábrica e transmitir música para os habitantes do bairro.

A ideia deu certo. As pessoas começaram a receber o sinal de áudio por meio dos mesmos aparelhos receptores que antes eram usados na guerra. A inovação chamou a atenção das pessoas. Em um pequeno espaço de tempo, os aparelhos encalhados foram comercializados. Começou então uma inovação que iria revolucionar o mundo no século XX.

Eduardo Meditsch, um dos maiores teóricos do rádio deste país, endossou que a Comunicação Radiofônica possui vários componentes que remetem a um universo fora do alcance da racionalidade, do qual se ocupam os místicos, os feiticeiros e muitos charlatães. Os próprios engenheiros que há um século viabilizaram a comunicação sem fio – Marconi, Tesla, Landell de Moura – não resistiram ao seu poder encantatório e em alguns momentos perderam a noção dos seus limites: teriam tentado utilizá-la para se comunicar com os mortos, com os extraterrestres  e para captar a aura das pessoas.

Isso é o que pode ser compreendido como o encanto que o rádio proporciona. Encanto este que também figurou no meio social e político como um dos grandes mecanismos para afirmação do poder e domínio. Algo evidente na política do governo de Getúlio Dornelles Vargas. O mesmo fato está presente no rádio em todos os momentos e locais diferentes. Bem visível também na Rádio Difusora Acreana.

Serviço:

O Encanto do Rádio
Oliveira Neto

Scortecci Editora
História
ISBN 978-85-366-2211-8
Formato 14 x 21 cm 
176 páginas
1ª edição - 2011

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home