A UTOPIA DO PERDÃO / Pedro Paulo Ramos Ventura

A Utopia do Perdão foi criada para superar criticamente a ideia do perdão convencional. A Utopia do Perdão é uma reflexão exegética que analisa o diálogo entre Jesus Cristo e seu discípulo Pedro sobre a questão do perdão no livro de Mateus 18.21. O perdão humano é falho, porém, o divino é perfeito. Ontologicamente Deus considera o perdão do homem imperfeito, mas se importa com os seres humanos, sabe das dificuldades que encontram em matéria de perdão e de perdoar.

O perdão que anda em passos lentos assim, como aquele que anda em passos rápidos, precisa perdoar porque é preciso e necessário. Não importa o tempo que leve para perdoar porque as nossas imperfeições já é um juíz contra nós mesmos. Logo, é utopia pensar que antologicamente o perdão acontece de forma homogênea nos seres humanos. Idealizar determinantemente que perdoar é uma mágica do abrir e fechar dos olhos é ignorar a natureza humana, que é frágil e fraca.

Por outro lado, é verdadeiro também, dizer que perdoar é um ato que se pode realizar aqui e agora, no abrir e fechar dos olhos pelas mesmas razões da complexa natureza humana. Todavia, não sendo o homem perfeito, o perdão dos imperfeitos, quando de fato há perdão, muda toda a perspectiva da pessoa que perdoa, como daquele que recebe o perdão; de fato é isso que faz do perdão ter sentido no ser humano. O perdão causa mudanças, restaura os sentimentos feridos, traz de volta a dignidade para o ofendido, como também para ofensor.

Pedro Paulo Ramos Ventura, teólogo e escritor, é angolano, natural de Luanda. Nascido em 1975, reside no Brasil há 15 anos, é casado com a brasileira Arcela Hubner Rocke Ramos Ventura e formado em teologia pelo CETREMIB em Camaquã – RS. Licenciado em Letras e Literatura (UNIAS-SELVI) em Camaquã – RS. Licenciando em História (UNI-ASSELVI) em Camaquã – RS e em Filosofia pela UNISINOS em São Leopoldo – RS. Membro do Núcleo de Pesquisa de Identidade e Negritude da Igreja de Confissão Luterana no Brasil (IECLB). Cursou Ciência das Religiões na Faculdade Superior de Teologia da Confissão Luterana no Brasil em São Leopoldo – RS. Autor do livro: A culpa é do Monoteísmo; publicou o artigo: A religião antes e depois de Agostinho Neto em Angola. Foi professor do Seminário Batista Independente de Esteio – RS, lecionou Exegese do Novo Testamento, Hermenêutica, História da Igreja e Velho Testamento. Foi Pastor da 1ª Igreja Batista em General Câmara – RS; e simultaneamente Pastor da Igreja Presbiteriana de imigrantes chineses em Porto Alegre – RS; Coordenador de Direitos Humanos, núcleo de pesquisa Neabi da Unisinos – RS. Atualmente é membro da Igreja Batista Pioneira de Camaquã – RS.

Serviço:

A Utopia do Perdão
Pedro Paulo Ramos Ventura
Scortecci Editora
Autoajuda
ISBN 978-85-366-2615-4
Formato 12 x 18 cm 
68 páginas
1ª edição - 2012

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home