O RECEPTÁCULO DE ESPÍRITOS / Iram F. Rodrigues "Bradock"

Deuses, demônios, espectros, fantasmas, subespíritos e vultos em receptáculos do universo Bradockiano. Cemitérios, igrejas, casas mal-assombradas, filosofia oculta e magia sexual são alguns dos cenários de terror e suspense psicológico que levarão o leitor e a leitora, além de apreciadores de tal gênero, a ficarem sem dormir, enquanto não devorarem a alma oculta do segundo de uma trilogia Bradockiana sobre poesia oculta.

Seja bem-vindo, meu caro leitor e nobre leitora à grande Literatura Bradockiana Universal!

A este segundo livro Bradockiano da trilogia: “Poesia Oculta”, com inúmeros pseudônimos, Iram F. Rodrigues “Bradock”, poeta e escritor gótico/ocultista, nascido em Caruaru, a terra da maior feira ao ar livre do mundo e dos escritores José Condé, Nelson Barbalho, Álvaro Lins e do Mestre Vitalino, com trezentos e trinta e sete mil, quatrocentos e dezesseis habitantes, agreste meridional do Estado de Pernambuco. Autor do livro cult, “Fantasmagoria: 1º livro Bradockiano sobre poesias ocultas”.

Ave! (...)
Que assim seja! (...)
Que assim se faça!! (...)
Amém!!! (...)

Enquanto o homem procura vida inteligente no espaço, em busca de extraterrestres, tornando-se cada vez mais alienígena de si mesmo e de seus semelhantes, o poeta ocultista Iram F. Rodrigues “Bradock” mergulha nas águas turvas da existência humana, resistindo à alienação, banhando-se nas pelejas dos seres urbanos e de suas misérias, como que submergindo nas águas infectas do Rio Ipojuca, “o terceiro rio mais poluído do Brasil”, afundando e aprofundando na lama e no lodo da humanidade, mas sempre retornando à superfície, renovado e encharcado de microorganismos que compõem o universo Bradockiano.

Em seu segundo livro, o poeta Bradock emerge das profundezas de suas ideias, terra que cabra mole não anda, lugar habitado por “A Rainha do Ipojuca”, “A Garota da Brasilite”, “O Encharcador”, “O Matador de Noiadas”, “O Fantasma do INSS”, “O Maníaco do Absorvente”, entre outros personagens Bradockianos que circulam no Parque 18 de Maio, pela Feira da Sulanca, na Rua da Má Fama, ambientes fantasmagóricos das madrugadas caruaruenses; sempre na fronteira da realidade e da imaginação.

Com este livro “arretado”, o poeta nos apresenta um mundo de indivíduos invisíveis, renegados, fantasmas sociais, vivendo à margem e se afogando na podridão de uma sociedade suína. Enquanto uns olham pro céu, para além das nuvens, Bradock, facho de inteligência terráquea, segue enxergando esse mundo paralelo ao seu redor, que quase ninguém quer ver, um mundo que urge nas páginas de “O Receptáculo de Espíritos”.
Sivanildo Sill - Poeta e cartunista

Serviço:

O Receptáculo de Espíritos
II Livro Bradockiano Sobre Poesias Ocultas
Iram F. Rodrigues "Bradock"
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-3845-4
Formato 14 x 21 cm 
136 páginas
1ª edição - 2014

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home