MINHA CARTA AO PAI / Heloísa Corrêa

Economiza as lágrimas de teus filhos, a fim de que possam, com elas, regar teu túmulo.
(Pitágoras)

Benjamin Franklin, pôde afirmar, sem, todavia explicar se se tratava de um ideal ou de uma constatação, que a verdadeira riqueza de uma família é paz e harmonia.

Thomas Jefferson, seu conterrâneo, também presidente da grande nação americana, registrou, com mais precisão, os momentos mais felizes da sua vida, ou seja, aqueles poucos, passados em sua casa, com a sua família.

“O que é uma família senão o mais admirável dos governos?”
Henri Lacordaire, (Francês)

Invejo-os, todos. Pois eu, ao concluir esta carta em forma de livro, só vou encontrar eco nas palavras de outros pensadores: “A família é a fonte da prosperidade e da desgraça dos povos.”
Martinho Lutero, (Alemão)

“Famílias! Odeio-vos! Lares herméticos, portas trancadas, possessões ciumentas da feli-cidade.”
André Gide (Francês)

“A família é a morada de todos os vícios da sociedade, o repouso das mulheres que amam as suas asas, a prisão do pai de família e o inferno das crianças.”
August Strinberg (Sueco)
H. C.

Serviço:

Minha Carta ao Pai
Heloísa Corrêa

Scortecci Editora
História de vida
ISBN 978-85-366-3927-7
Formato 14 x 21 cm 
44 páginas
1ª edição - 2014

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home