Receba nossa Newsletter: Nome Email

RINCÃO DOS CANÁRIOS / Desiderium

Mário Quintana escreveu: “O passado não reconhece o seu lugar: está sempre presente”. Sabemos que o presente é um fugidio instante que está sempre se transmutando em passado. O leitor encontrará na narrativa sobre os personagens deste livro uma constante mistura de pretéritos que insistem em estarem presentes. Na Física Relativística a dialética sobre a dualidade espaço-tempo é perturbadora.

O espaço e o tempo são entidades que se entrelaçam. No entanto, podemos lidar melhor com o espaço, pois podemos refazer os caminhos e voltar ao ponto geográfico de partida. Com o tempo isso não acontece, pelo menos por enquanto. Nós só podemos revivê-lo em pensamentos ou em sonhos. Demarato um dia iria viver muito longe do rincão onde passara seus primeiros anos de vida, mas nem os quilômetros nem os anos apagaram as marcas indeléveis desses dias.

Desiderio Pires Silveira nasceu em Bagé (RS), na fronteira do Brasil com a República Oriental do Uruguai, em 1953. Até 12 anos de idade morou com seus pais e irmãos na zona rural do município, onde sua mãe era professora. Completou o ensino de primeiro grau na cidade de Bagé e o segundo grau em Porto Alegre. Graduou-se geólogo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1979. Fez pós-graduação em Geofísica Aplicada na Universidade Federal da Bahia, onde obteve o nível de Mestre em janeiro de 1984. Sua primeira incursão no mundo literário foi o livro Autismo & Escapismo – Crônicas e indagações sobre as duas faces da síndrome, relatando as diversas inusitadas situações em que ele e sua família se viram envolvidos na convivência com seu filho autista. Essa obra foi publicada em 2013 pela Scortecci Editora. Rincão dos Canários – Uma Lasca de Tempo e Espaço é a “segunda aventura literária” do autor.

Kantono el Kanarianoj
Denove mi iras piede per via
polva vojo,
Ho! Kantono el Kanarianoj!
Mi sentiĝas kiel io malkuna
peco
De via pasinto,
Renakiĝinto
Tra mallongaj revoj.
 
Vi estas en la sama loko
eterne min atendas,
Ho! Kantono el Kanarianoj!
Mi estas korpo fremda,
Stranga,
Antikva,
Vagante per mallumaj valoj.
 
Mi estas iu kiu forkuris en
freneza kurado,
Ho! Kantono el Kanarianoj!
Ĉiuj tagoj de mia vivado
Mi estis nedankema,
Ne amema.
Pardonu miajn malsaĝojn.

Poema em esperanto por Desiderium. Revisado por Rosa Maria Mattos, jornalista e esperantista.

Serviço:

Rincão dos Canários
Uma Lasca de Tempo e Espaço
Desiderium
Scortecci Editora
Literatura
ISBN 978-85-366-4007-5
Formato 14 x 21 cm 
192 páginas
1ª edição - 2014

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home