HISTÓRIA DE PÁSSARO / Mauro Guilherme

Mauro Guilherme é paraense, nascido em Belém, mas mora no Estado do Amapá desde o ano de 1991, onde é promotor de justiça. É autor dos livros de poemas Reflexões Poéticas (1998), Humanidade Incendiada (2003), do romance Destino (2007), do livro de contos O Trem de Maria (2009), do livro de literatura juvenil As Histórias de João Pescador (2010) e do livro de contos Histórias de Desamor (2012).

Participou das antologias literárias 11 Contistas da Amazônia, da Universidade Federal do Pará (2003), Poetas do Meio do Mundo (200;49), Contistas do Meio do Mundo (2010), Cronistas do Meio do Mundo (2011) e Poetas na Linha Imaginária (2013). Possui três livros premiados em concursos nacionais de literatura: Destino (Prêmio Literário Cidade do Recife, 2005), Histórias de Desamor (Concurso de Contos da Associação Nacional dos Escritores-DF, 2006) e As Histórias de João Pescador (União Brasileira de Escritores-RJ, 2007). Foi também premiado no XI Concurso de Contos da Região Norte (2003), realizado pela Universidade Federal do Pará, e IV Prêmio Brito Broca de Literatura (2004), do governo de Guaratinguetá-SP.

Seu romance Destino foi leitura dos vestibulares 2009, 2010 e 2011 da Universidade Federal do Amapá, e seus livros Destino, O Trem de Maria e As Histórias de João Pescador têm sido estudados em universidades e escolas amapaenses. Em 2009 recebeu o Diploma de Destaque Cultural Popular, concedido pelo Conselho de Cultura do Estado do Amapá, por sua atuação na área literária. Como músico lançou os CDs Mulher das Águas (2010) e Luau Amazônico (2012), com canções autorais. É membro da Associação Amapaense de Escritores, do Clube dos Poetas do Amapá e da União Brasileira de Escritores-SP.

Pássaro preso
O passarinho canta,
Mesmo quando está triste.
Preso numa gaiola,
Só canta porque existe.
É da sua natureza o canto,
Que espalha sem reclamar,
Ainda que seja triste
Sua sina de não voar.
E o passarinheiro se alegra,
Ouvindo um curió cantar,
Porque não sabe que o passarinho
Só canta por não chorar.

Liberdade
Quando soar o grito de liberdade,
O pássaro que não voava voará,
O homem mudo falará finalmente.
O pássaro voando,
O homem fluente,
Uma bala só não bastará,
Para tirar a esperança da gente.

Serviço:

História de Pássaro
Mauro Guilherme
Scortecci Editora
Contos
ISBN 978-85-366-4039-6
Formato 14 x 21 cm 
108 páginas
1ª edição - 2015

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home