DANDO ASAS À IMAGINAÇÃO / AJEB

Antologia Nacional de vários autores com contos, crônicas e poesias.

“Dorme o poeta, enquanto as musas, ao seu redor, ninavam-lhe o sono e coroavam-lhe a fronte de louros. Querubins celestiais, perfilados, esperavam a voz de comando para o conduzirem ao trono majestático da Poesia Imortal, lá, nos siderais espaços inatingíveis aos humanos mortais.” Diante do príncipe adormecido
Giselda Medeiros - Presidente Honorária da AJEB/CE - Presidente da AJEB (2003-2004)

“Um frio gelou a freguesia, que rapidamente se dispersou, seguindo, cada qual mais amedrontado que o outro, para a proteção de suas casas. E nunca mais ninguém quis saber de comprar mingau. Mas, nas noites de grande escuridão, todos dizem que passa naquela rua, lentamente, um fúnebre carro de mingau...” O carro do mingau
Sylvia Helena Tocantins - Presidente Honorária da AJEB/PA - Presidente da AJEB (1990-1993)

Artigo de Luxo - Já se passaram nove meses que ela se foi, naquela madrugada fria de 16 de julho. E conforme o tempo passa, a saudade só aumenta, desmontando a máxima que o tempo cura qualquer ferida. Que nada! E justamente agora que vai se aproximando aquele dia que eu nunca quis que chegasse, ela não estará aqui pra me ajudar a ultrapassar mais essa barreira: 50 anos. A verdade é que eu detesto a ideia de envelhecer! Fico surpresa e até mesmo com uma pontinha de inveja daquelas pessoas que convivem muito bem com esse processo. Infelizmente não tenho essa generosidade com o tempo, o que acaba provocando uma guerra invisível entre nós.

Sinto uma certa melancolia quando me olho no espelho e não me reconheço mais naquela menina. Por mais esforços que faça, não consigo frear seus efeitos. Mas ele tem vencido todas as batalhas ultimamente. Acho que serei obrigada a empunhar a bandeira branca e entregar minha rendição. Mas não será facilmente! Já que não posso enfrentá-lo, pelo menos vou aprender a conviver com ele. E, pensando bem, até que ele foi bem generoso comigo. Conheci pessoas extraordinárias, cultivei grandes amigos, viajei para lugares remotos, vivi grandes paixões, sorri mais do que chorei. Claro que sofri perdas e dores que fizeram meu coração sangrar, mas também me ajudaram a ser mais generosa e a enxergar o sofrimento no outro.

Se a Kina estivesse aqui, tenho certeza que já estaria com um discurso pronto, na ponta da língua, pra me consolar, sempre com o olhar lá na frente. Diria, com aquele seu jeito meigo: “Envelhecer é ótimo!” No caso dela, foi mesmo! Quantas coisas maravilhosas conseguiu realizar com a maturidade. Conquistou a liberdade de ser exatamente quem ela sempre quis, sem amarras, nem convenções. Viveu intensamente cada momento e nunca abriu mão de suas certezas. Desfrutava com prazer do seu tempo, meditando, religiosamente, todas as manhãs. O tempo não foi nenhum obstáculo para sua curiosidade infinita. Estudou, viajou, leu, escreveu, explorou novos mundos. Ela também foi se tornando mais dócil, mais condescendente, mais generosa, mais sábia. Pensando bem, acho que chegou a hora de fazer as pazes com o tempo!

Quando penso na Kina, na sua vida rica e intensa, percebo que ela soube, como poucos, usar o tempo a seu favor. Em vez de resmungar pelos cantos, remoendo o passado, ela foi à luta e reverteu todas as expectativas de uma vida sem graça. Mais uma vez, ela estava coberta de razão quando dizia: “O tempo, nega, é o maior luxo que podemos ter!”
Karla Sarquis

Serviço:

Dando Asas à Imaginação
AJEB

Scortecci Editora
Contos
ISBN 978-85-366-4179-9
Formato 14 x 21 cm 
120 páginas
1ª edição - 2015

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home