O EVANGELHO EM VERSOS / D. Cardial

D. CARDIAL (Delcides Mendes Cardial) nascido em 1930 em Ilhabela (SP). Formado em Contabilidade, exerceu a profissão de correspondente-taquígrafo comercial, tornando-se empresário industrial até 1991. Católico Apostólico Romano, engajado na prática missionária da Evangelização familiar durante trinta anos, juntamente com sua esposa Anna de Oliveira Cardial, retornou a sua terra natal onde em 1999 escreveu O Evangelho em versos, obra poética composta de duzentos e cinquenta sonetos clássicos parnasiano-simbolistas, natureza de versos que achou mais adequada pelos recursos literários que possuem, já que o Evangelho é, em si, verdadeira poesia de versos livres contemporâneos.

Os recursos mnemônicos dos versos rimados, metrificados e cadenciados pareceram-lhe mais apropriados para a memorização, compreensão e apreensão da Palavra do Senhor, frente ao desafio da Evangelização tão  necessária que o atual  século certamente exigirá. Em 2014 publicou o livro Ilhabella da Princeza – Um Sonho em Versos, alguns meses antes de falecer. A publicação da obra O Evangelho em Versos é uma tocante homenagem de sua família, realizando, assim, um sonho muito importante do Autor.

O autor jamais imaginou e nunca teve a pretensão de escrever um Evangelho, mas teve claro discernimento, em determinado instante, que deveria reportá-lo em natureza versificada, em síntese doutrinária destinada principalmente aos que amam a Palavra, sem contudo refleti-la, a fim de pô-la em prática em sua vivência, bem como àqueles que desconhecem o veio mais rico da Salvação. Isso lhe foi despertado no exato momento em que, a pedido de um amigo, elaborava um soneto sobre um trecho do Evangelho. Assim nasceu o fruto do trabalho de madrugadas insones e com ele a figura que o próprio autor denomina de: O Cristo Lírico. Nadando nos mares verdes de Ilhabela, em tarde de fortes correntezas marinhas, o autor deu de encontro com um abrolho de cor negra e agregado de moluscos, crustáceos e algas, demonstrando que vinha de muito longe.

Grande foi o susto ao imaginar que dera forte cabeçada em algum barco de pequeno porte, sem, no entanto, ferir-se ou sequer sentir dores. Parando e olhando em volta, viu um objeto flutuando, simples toco de madeira degradada, que ergueu e logo notou que achara um Cristo estranho, porém impressionante. Nascia o sinal visível do Cristo Lírico sem que o soubesse o próprio autor, que o guardou em um depósito durante alguns anos até 1999, pensando erguê-lo algum dia crucificado sem cruz em alguma capela, quando então lhe foi suscitado o desejo de reportar o Evangelho versificado. Iniciou os trabalhos em março daquele ano, encerrando-os em dezembro. Jamais pretendeu ser um místico ou considerar-se um santo ou mesmo um profeta, consciente de sua clara condição humana de pecador feito forte na fraqueza, segundo o aforismo paulino. Maravilhou-se, tão somente, da beleza de ter sido buscado por Cristo para servi-Lo, mesmo sendo tão limitado, visível sinal de esperança a cada um que O ame.

O Cristo Lírico poderia ser o tema de um futuro livro narrando em detalhes todos os caminhos e veredas que o levaram a O Evangelho em versos, faltando apenas encontrar o narrador ou narradora que o escreverá no entorno da saga do próprio Cristo Jesus, nos caminhos e escaninhos do humano comum, não cabendo ao autor talvez fazê-lo por sutilezas que lhe não parecem adequadas, sem, contudo, ter conceito formado sobre isso. O Evangelho versificado foi sendo maturado e acrescido por constantes revisões, recebendo o trabalho uma farta gama de estrambotes elucidativos para serem refletidos, estando agora em condições de ser publicado porque é chegada a hora da colheita.

Serviço:

O Evangelho em Versos
D. Cardial

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-4104-1
Formato 14 x 21 cm 
308 páginas
1ª edição - 2015

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home