A ARTE DE FICÇÃO / Walter Besant

O romance moderno converte ideias abstratas em modelos vivos: ele dá ideias, ele fortalece a fé, ele prega a mais alta moralidade que é vista no mundo atual: ele comanda a emoção de piedade, admiração, e terror; ele cria e mantém vivo o senso de simpatia; ele é o professor universal; ele é apenas o livro que faz a grande massa de leitores ler a própria humanidade; ele é o único jeito que a humanidade pode aprender como os outros homens e mulheres; ele redime suas vidas de aborrecimentos, dá pensamentos, desejos, conhecimento, ele ensina a falar e enriquece os seus discursos com epigramas, anedotas e ilustrações.

Ele é uma fonte infalível de prazer para milhões, felizmente não muito crítico. A Ficção, por sua vez deve ser incessantemente ocupada em estudar os caminhos da humanidade, das leis sociais, das religiões, das filosofias, das tendências, dos pensamentos, dos preconceitos, das superstições dos homens e das mulheres. É uma arte que o homem deve sempre se colocar no lugar dos outros; eles devem ficar tão curiosos e tão atentos como um detetive, tão desconfiados como um advogado criminal, tão ardente para o conhecimento como um físico, e, além disso, totalmente possuído pelo espírito ao qual nada parece médio, nada desprezível, nada impróprio de estudo, que pertence à natureza humana. Se estas leis fossem melhor conhecidas e comumente mais estudadas, uma grande proporção de obras ruins de que nossa crítica contempla poderiam não ser produzidas. Porém, as ruins são necessárias para que se tenha parâmetro de avaliação com as boas.
Dra. Francisca de Lourdes de Souza Louro

Serviço:

A Arte de Ficção
Walter Besant
Tradução: Weberson Fernandes Grizoste

Scortecci Editora
Romance
ISBN 978-85-366-4143-0
Formato 14 x 21 cm 
64 páginas
1ª edição - 2015

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home