DEUS NO BANCO DOS RÉUS / José Pereira

Pelo que se vê, Deus não existe. E mesmo que exista, parece ter esquecido da Terra e do ser humano, porque todo mundo está passando por maus bocados. Não há segurança, paz, amor, e a situação parece que só piora. O mal está vencendo! Se isso já passou por sua cabeça ou se é uma conclusão óbvia para você, leia este livro. Ele vai surpreendê-lo. José Pereira, teólogo, escritor e pastor há mais de quinze anos, apresenta a história do maior julgamento de todos os tempos, e que está em pleno andamento.

Deus, o Diabo e os seres humanos estão envolvidos nesse grande julgamento! Isso afeta o presente e o futuro de cada um de nós. Como numa conversa pessoal, cheia de análises objetivas, raciocínios claros e embasados nas Escrituras Sagradas, o autor monta um quadro rico em detalhes para você tirar suas conclusões sobre Deus e o que está acontecendo no mundo. DEUS NO BANCO DOS RÉUS é um livro que vai cativar sua atenção do começo ao fim e fazer brilhar uma luz em sua mente, que nunca se apagará.
Rogério Sorvilho

A TEODICÉIA CRISTÃ - Todos os povos criaram narrações da origem e significado do mundo. Geralmente com imagens e exemplos acessíveis às pessoas comuns. Nas grandes religiões multinacionais, este material foi sistematizado pelos sacerdotes e teólogos. José Pereira dos Santos, cristão praticante e escritor fértil, apresenta neste livro uma versão clara, lúcida e direta, calcada em trechos retirados das Escrituras e exemplos do cotidiano. Um empreendimento corajoso e não isento de riscos. Colocamos Deus no banco dos réus a cada vez que nos queixamos das aparentes injustiças que verificamos cotidianamente. Este processo chegou a um ponto que as pessoas se perguntam se Deus não deu as costas ao nosso mundo por desgosto, dando origem a um largo processo de ateísmo contemporâneo.

Diante deste problema o autor retoma a Teodicéia Cristã, iniciando sua argumentação com o primeiro distúrbio da criação: a rebelião dos anjos e a introdução do Mal no Universo. E segue mapeando as intervenções divinas no sentido da Redenção. O risco embutido na argumentação está ancorado na escolha da abordagem. A Justiça e o Direito fornecem as imagens, alegorias e argumentos, nos levando diretamente ao mundo dos processos, dívidas, pagamentos, pendências e julgamentos. Sendo a justiça humana o que é atualmente – sentenças judiciais são compradas e advogados acobertam o crime organizado – a analogia fica  prejudicada. Porém, na obra de José Pereira não há negociação: há uma escolha individual a ser cumprida na obra de Redenção e isto não é negociável. O autor ataca o problema de forma vigorosa, didática e veemente. A meu ver, seu maior mérito é retomar a exposição de uma velha questão de maneira clara e com um vocabulário contemporâneo, acessível a todos.
Iuras Avlis Sorrab - Pesquisador de História das Religiões

Serviço:

Deus No Banco dos Réus
Culpado ou Inocente?
José Pereira

Scortecci Editora
Religiosidade
ISBN 978-85-366-4287-1
Formato 14 x 21 cm 
188 páginas
3ª edição - 2015

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home