DESTINOS / Rogerio Vasconcelos M. da Costa

Como Honoré de Balzac, Rogerio Vasconcelos M. da Costa nasceu na cidade de Tours, Vale do Loire, França. “Mas não escrevo como Balzac.” Estudou na cidade do Porto, “mas não escrevo como Almeida Garret”. Passou por Coimbra, “mas não escrevo como A. de Quental, Eça de Queiroz, Miguel Torga e muitos outros”. Chegou ao Brasil em 1953. Gostou e foi ficando, ficando... Viveu nove anos na França, dez em Portugal e os restantes no Brasil.

Quantos são os anos restantes? Com idas à Europa, irrigou raízes, conviveu com parentes e amigos. Aos Estados Unidos da América, foi várias vezes submergir no dinamismo incomparável de uma nação. Na Argentina, em Buenos Aires, saboreou tangos e eufemismos políticos. Em Bariloche, relembrando Innsbruck, na Áustria, conviveu com a neve e foi saborear uma truta na Isla Victória. Sorri: “Ontem o mundo deu-me a alegria de viver, hoje a vida simboliza-me cansaços do mundo em que vivemos. Caminho trôpego, amenizando os anos restantes. A vida resume-se no dia a dia, adicionando aos anos passados nostalgias contemporâneas”.
Publicou as obras:
• Filadeva
• As Rosas de Outubro
• Morre Alguém de Madrugada
• Guarde a Rosa Cristina
• Vingança
• Carla
• Ainda Carla
• Pourquoi?
• O Cachecol Azul
• Zédazefa
• Fragmentos
• A Morte do Profeta

“É triste o destino de quem não consegue interferir e mudar seu próprio DESTINO!”
Rogerio Vasconcelos M. da Costa

Serviço:

Destinos
Rogerio Vasconcelos M. da Costa

Scortecci Editora
Ficção
ISBN 978-85-366-4322-9
Formato 14 x 21 cm 
204 páginas
1ª edição - 2015

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home