MEMÓRIAS DE UM CENTAURO / JCKenne

Na mesma época em que o homem pousava na lua pela primeira vez, nosso eloquente contador de histórias, meu querido pai, descobria os curiosos absorventes de pano de minha avó pendurados no varal. Ao mesmo tempo em que o famoso festival Woodstock marcava a história de uma geração, dois amigos caçavam pombos do mato no interior do Rio Grande do Sul – e os comiam do meio mais rústico possível, assados na brasa de uma fogueirinha. No mesmo ano em que a hoje tão conhecida Apple era fundada na Califórnia, o jovem Centauro dava seus primeiros passos em direção à cidade grande, rumo à tão almejada liberdade.

Em um mundo guiado por velocidade e tecnologia, essas crônicas do campo parecem vir não só de outro tempo, mas também de outro universo. Trazem risos, sorrisos, lágrimas e uma experiência que, se não pela literatura, jamais será vivenciada por aqueles que cresceram em meio a campos de concreto e cavalos de potência. Este livro é sobre uma inocente infância no campo. Mas é também sobre a vida na cidade, sobre as descobertas da juventude, sobre as agruras da fase adulta. É, enfim, sobre uma vida.
Ilana Kenne

Centauro, à luz da mitologia, é metade homem e metade cavalo. Caracteriza-se pela inteligência, nobreza e curiosidade. Pois esses adjetivos definem J. C. Kenne. Em sua narrativa cristalina e escorreita, o autor, que é escritor e poeta, revela seu caráter altivo e determinado, inquieto e vibrante, doce e amável. As crônicas (ou serão contos?) que compõem esta obra resumem façanhas de uma vida simples e, ao mesmo tempo, complexa. Descortinam-se, capítulo a capítulo, sabores e dissabores com grande intensidade. O amor incondicional aos cavalos acompanha a trajetória do autor, que percorre com sua pena as memórias de um menino obediente, levando mantimentos para os avós em lugarejo distante. Mais tarde, como proprietário de uma bela égua, conquista a glória no Hipódromo do Cristal (em Porto Alegre) e da Gávea (no Rio de Janeiro), com muitas vitórias.

A riqueza pulsante de sua fabulação está presente em outros temas, como na doce narrativa do “Menino Dançarino”, ou na profunda dor da “Tragédia”. Entre alegrias e tristezas, encontros e desencontros, a certeza de uma existência plena – como é, de fato, a vida. Enfim, amigos, rendam-se ao prazer de uma boa leitura.
Carlos Ilha – bacharel em Direito e Música, autor de: “Música, uma formação para a vida”. Regente do Coral TST/Capes há mais de trinta anos.

Serviço:

Memórias de um Centauro
JCKenne
Scortecci Editora
Crônicas
ISBN 978-85-366-4373-1
Formato 14 x 21 cm 
120 páginas
1ª edição - 2015

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home