CRÔNICAS DE FRANCO / José Carlos Brollo

Das preocupações do homem-cidadão, uma delas é tentar influir no meio imediato em que vive, qual seja, seu bairro e sua cidade. Dentre inúmeras possibilidades, pode-se fazê-lo buscando compreender e dialogar com as transformações nele ocorridas, bem como a identificação e por vezes o questionamento das intenções dos agentes responsáveis por elas, situando-se como observador atento e contribuindo para explicitá-las a partir de seus pontos de vista.

A ação de tornar públicas as opiniões, escrevendo sobre esse meio e seus componentes com os quais se construíram laços emocionais e históricos por pertencimento, ora se afigura como lamento pela perda pessoal de uma realidade que o tempo levou, ora se coloca como aceitação das modificações econômicas e sociais de curso inevitável, e por vezes ainda torna-se uma denúncia acerca dos rumos que as situações podem tomar ou têm tomado. De qualquer maneira, trata-se de uma valorização do lugar onde se vive e por ele manifesta-se um cuidado. No fundo uma demonstração de amor.

As crônicas aqui reunidas, muitas das quais já publicadas como contribuição ao tabloide mensário Juca Post, resultam de reflexões do autor acerca de sua origem e vivência num bairro de Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo, cidade outrora famosa por sediar por quase um século o Hospital de Alienados do Juquery, instituição considerada a maior em sua categoria no Brasil.

Elas buscam focar temas do cotidiano do autor-cidadão e da cidade em transformação ao longo das últimas décadas. Pode-se também compreendê-las como um registro histórico, não no sentido rigoroso do termo, mas uma contribuição, não isenta de saudosismo, aos que desejam entender as características de uma dada sociedade e do espaço por ela ocupado, bem como as dinâmicas que os redefinem continuamente. Trata-se, acima de tudo, de uma declaração de amor à cidade em que se vive e para a qual sempre se deseja o melhor.

José Carlos Brollo, o Brollo, nasceu em 12 de março de 1952 em Franco da Rocha (SP). Formado em Geografia pela Universidade de São Paulo (USP), nos anos 80 ingressou no magistério público, tendo sido professor de Geografia e de História e diretor de escola. Em paralelo, prestou serviços à Editora Saraiva, de São Paulo, como leitor crítico de originais e depois colaborador de livros didáticos de Geografia. Em 1994 foi publicada a coleção de Cadernos de Mapas (quatro volumes) de sua autoria junto com Elian Lucci. Em 2000, após a aposentadoria no serviço público, mudou-se para Jundiaí. José Carlos é também desenhista e trabalha com pintura a óleo. Suas atividades docentes beneficiaram-se dessa habilidade. Participou da fundação do mensário Juca Post em 1985, em Franco da Rocha, do qual é colaborador. Muitas das crônicas que compõem este livro já foram publicadas no Juca, edição impressa ou na internet.

Serviço:

Crônicas de Franco
Vivendo em Franco da Rocha
José Carlos Brollo
Scortecci Editora
Crônicas
ISBN 978-85-366-4482-0
Formato 14 x 21 cm 
152 páginas
1ª edição - 2015

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home