O HOMEM QUE MATAVA ARMAS / Marco Aurelio Vuono

Tudo o que Marco Aurelio Vuono escreve, sejam contos, novelas, ou livros como este, traz um enredo inédito que você nunca leu em outros livros, não viu em filmes, nem em seriados ou novelas de televisão. Agora ele nos apresenta uma dicotomia: se não é crime fabricar e distribuir munições, que geralmente matam quem está na frente de uma arma, seria crime fabricar e distribuir munições falsas que explodiriam na mão de quem apertasse um gatilho? Marco Aurelio explora este tema num crescendo de suspense que irá prender o leitor desde o primeiro explosivo capítulo até a última linha do último.

Certa vez perguntei ao Marco: “Qual seu processo de concepção que resulta sempre em textos totalmente inéditos, nunca lidos, vistos em filmes, em seriados de televisão ou em  novelas?”
Calmamente me respondeu:
“Há sempre um sonho a ser sonhado que gera uma estória a ser contada. E eu, apenas, a  conto.”

Marco Aurelio Vuono é paulistano, advogado formado pela Universidade Mackenzie, escritor (com três livros de sucesso, como Lua vermelha) e compositor. Como advogado criminalista, narra neste livro um verdadeiro julgamento (não como os vistos em filmes americanos ou em novelas), mas mostra ao leitor, além de um texto empolgante, um julgamento exatamente como ocorre no Brasil.
Tavares Junior

Serviço:

O Homem que Matava Armas
Marco Aurelio Vuono

Scortecci Editora
Ficção
ISBN 978-85-366-4666-4
Formato 14 x 21 cm 
292 páginas
1ª edição - 2016

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home