PAUPERRIMIA / Gerson Lourenço

Os amantes da poesia, que aguardavam ansiosos o livro Poetas Inocentes, agora serão presenteados com a obra Pauperrimia, de Gerson Lourenço, o organizador e idealizador das antologias poéticas Poetas Inocentes e Poetas Inocentes Master. O leitor o receberá com gratas surpresas, uma vez que o livro traz um instigante manifesto denominado Cauilinismo e finaliza com um enigmático poema concreto que presentificam a vida e a poesia em tempo de uma democracia fragilizada. Entre a vida e a poesia, o poeta, diante do caos, propõe uma operação cirúrgica à aclamada democracia em estado de choque e mantidas por MPs antidemocráticas.

Frente a isso, o poeta brada: há de se libertar e de se igualar a todos por meio de uma educação capaz de ser rio corrente, e não, asas acorrentadas. Para além do manifesto, o livro explode numa forte lufada de belos poemas em que o mundo de Alice atiça delírios num “jardim de flores brancas de uma vida que se abre”. Mas a poesia, desde Baudelaire, nos diz que as flores do mal também grassam e é o que vemos em Mundo Imundo, que aqui não lembra o Raimundo drummondiano, e sim, a triste procrastinação d’nós porque “nunca libertaram ao servo de servir ao senhor cruel”. Nada de viva as isabeis! Há, então, que se ter cuidado, porque o buraco é mais embaixo, “o buraco é sem fundo” e ele está na educação, na saúde, na segurança e tudo vira uma lambança. O poeta segue a poetar e apresenta uma escola desafinada e também uma escola de cabresto.

Há nelas, claro, desarmonia musical, alienação e até inquisição. Mas, com doçura e diabrites, o poeta, ao desmembrar a palavra, brinca com sílabas e cria inusitadas rimas. E nas linhas e entrelinhas, o poeta segue as novas da terra brasilis. Diante disso, o impeachment poético principia rumo aos ais de um pseudo progresso que “estupram nossas crianças ao cercear as esperanças” delas e de nós. E brada novamente: “será que a tevê te vê?” Curta e cortante a pergunta do poeta nos tira do ar. O que mais falta, poeta? Chega de tanto nos humilhar, chega de esperar porque a putrefação dos quatro poderes se instalou, grita nosso poeta! Helás! Resta, ao fim e ao cabo, para suportar tantos tormentos em meio a tanto caos, a linda poesia concreta, cujo pano de fundo é um barco e perto dele a cruz e na cruz impeachment ment cinema peach macete..., ..., ... Estaria ele à deriva? Não importa a resposta e sim ver que, ladeando o barco e ao infinito, há palavras, palavras, palavras…
Prof. Dr. Edson Santos Silva - UNICENTRO/I

Gerson Lourenço nasceu em Divino de Virgolândia – MG. Possui mestrado em Literatura e Crítica Literária pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP (2012), graduação em Pedagogia pela Universidade Bandeirante de São Paulo (2007), especialização em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira (2006) e graduação em Português e Inglês (2001) pelas Faculdades Integradas Teresa Martin. É poeta, compositor, escultor cauilinista e coordenador nacional do Projeto Poetas Inocentes. Lourenço tem dois trabalhos fonográficos: um long-play, Vida Nova (1992), e o CD Sino da Catedral (1999), além de várias composições prontas para o próximo CD Pinxana. Publicou 15 antologias poéticas denominadas Poetas Inocentes e Poetas Inocentes Master, ambos lançados em bienais do livro, como: Bienal Internacional do Livro de São Paulo, Bienal Internacional do Livro de Minas Gerais (2008, 2010, 2012, 2014), bem como na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro (2009, 2011, 2013) e é também autor do livro teórico de Literatura e Crítica Literária, O jogo poético: beleza e monstruosidade (2014). Contato com o autor
Blogs:
http://poetasinocentes.blogspot.com
http://gersonlourenco.blogspot.com
E-mail: poetasinocentes@hotmail.com 
Cel.: (15) 9 9803-8637

William Ribeiro Bento nasceu em Laranjal Paulista, interior de São Paulo, em 19 de novembro de 1987. Possui formação em Artes e Design de Moda pela Faculdade Nossa Senhora do Patrocínio – Ceunsp. É artista plástico, ilustrador e confec-cionou vários cenários para o Circo de Teatro Tubinho: O rei do riso. É professor de arte nas escolas de Laranjal Paulista e região. Bento tem uma incrível habilidade em desenho e realiza lindas pinturas artísticas nas paredes de residências e estabelecimentos comerciais da cidade. Contato com o ilustrador
e-mail: williamgrafits@hotmail.com
cel.: (15) 9 9619-1951

Serviço:

Pauperrimia
Poetas Inocentes
Gerson Lourenço

Scortecci Editora
Contos
ISBN 978-85-366-4258-1
Formato 14 x 21 cm 
40 páginas
1ª edição - 2016

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home