O BIGATO DA GOIABA / Washington Luis de Resende

A descoberta de uma carta anônima traz à tona uma história de amor vivida há mais de trinta anos, no começo dos anos oitenta, quando um adolescente se vê diante da síndrome do amor pela professora e não deixa que fique somente no imaginário. Ele ignora a sua condição de casada, com quatro filhos, ao lhe confidenciar o sentimento enviando cartas anônimas e poesias. Sentindo-se emocionalmente negligenciada no casamento, ela se encanta com os textos apaixonados e começa a nutrir um amor pelo autor desconhecido. O que fazer quando descobre que é praticamente um garoto, e seu aluno? Lutar contra todos os parâmetros morais rígidos com que fora criada e se entregar ao amor que idealizava desde menina? Ignorar tudo e permanecer na mesma estrada que já traçara no seu destino? Uma mulher mais velha pode amar um homem mais novo livremente?

“Foi assim que ele descobriu o amor, de repente, trazido nas asas de um sonho. Não lhe propuseram um teste de múltipla escolha, não lhe foi possível retroceder, ou dizer não. Apareceu e pronto. Instalou-se como se fosse seu dono. E passou a ser.”

“Eu olhei para aquela boca, depois para os olhos, e fiquei não sei em que intervalo de tempo nesse transe, boca, olhos, boca, olhos. Foi difícil conter a vontade de pedir que me abraçasse, rasgasse o meu vestido, a minha rotina, o meu insípido destino e me remendasse no universo dos sonhos, poesias e romances que me apresentara.”

“Estavam em uma sintonia de amor em que nada mais ao redor parecia ter vida ou qualquer significância. Os sons, o burburinho das conversas paralelas, os aromas dos quitutes de repente desapareceram. Existia um universo só deles, que tinha apenas uma estrada, a que os seus olhos percorriam até conseguirem se encontrar. Se há uma tentativa de definição para o amor, ela não escapa muito disso, a de que o interruptor que desliga o mundo inteiro à nossa volta é acionado através de faíscas liberadas pelas pupilas dilatadas, para que a escuridão total nos permita enxergar a intensidade do brilho do olhar de quem a gente ama. Se o amor tem, no aspecto de tamanho, alguma profundidade, soube nesse dia que os dois a haviam escavado com as próprias unhas e não alcançavam nem visualizavam qual era o seu limite.”

Nascido na cidade de Barretos e morando em São Paulo há mais de trinta anos, Washington Luis de Resende escrevia poesias desde a adolescência, tendo publicado dois livros (O trem dos meus dezoito anos e Amor na tecla pause) com esse tema. Agora aposentado, resolveu aventurar-se em um romance retratando a sociedade ainda muito conservadora nos inesquecíveis anos oitenta.
Contato com o autor:
Facebook:
Washington Luis de Resende
e-mail: wlracr26110@gmail.com
WhatsApp: (11) 99586-4641

Serviço:

O Bigato da Goiaba
Washington Luis de Resende
Scortecci Editora
Ficção
ISBN 978-85-366-4925-2
Formato 14 x 21 cm
296 páginas
1ª edição - 2016

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home