MINHAS PENÚLTIMAS COMPOSIÇÕES / Gastão Rúbio de Sá Weyne

Minha paixão pelo violão é antiga, mas somente iniciei a aprendizagem do instrumento aos 12 anos. Meu pai era também um apaixonado pela música e conversou com um famoso violonista de Fortaleza (CE), Afonso Ayres, componente do conjunto regional da Ceará Rádio Clube, a PRE-9, única emissora de rádio da cidade na época, para que fosse meu professor. Recebi aulas de grande valia e, pouco após, eu já participava de um conjunto vocal denominado “Estudantes do Ritmo” (Adolmar, Maurício, Hernani, José Mário e Gastão), que se apresentava em instituições como o Serviço Social do Comércio – SESC, a Associação Cristã de Moços e a Pequena Sociedade de Amigos do Livro – PSAL (da qual fui um dos fundadores), todas na cidade de Fortaleza (CE).

A minha aprendizagem de violão – que continua por toda a vida – recebeu um grande impulso quando conheci o Professor Francisco Soares de Souza, Fiscal de Renda do Estado do Ceará, um violonista e compositor de reconhecido talento e habilidade marcante, um orgulho do Ceará, que me ensinou as primeiras noções de música. Frequentei sua casa por muito tempo, até sua morte. Minha maior aprendizagem, no entanto, se deu nas apresentações que fiz durante a minha longa vivência com grandes instrumentistas como Antônio Rago (O Mago do Violão), Canhoto da Paraíba (Francisco Soares de Araújo, o Violão-Sorriso, nome dado por Luiz Gonzaga), Luizinho Sete Cordas, Ventura Ramirez, Batistinha Sete Cordas, Henrique Annes, Izaías do Bandolim, Cláudio Hodnik, entre outros grandes amigos.
São Paulo (SP), março de 2017.
O Autor

Serviço:

Minhas Penúltimas Composições
Gastão Rúbio de Sá Weyne
Scortecci Editora
Música
ISBN 978-85-366-5128-6
Formato 21 x 281 cm 
40 páginas
1ª edição - 2017

Mais informações:

Catálogo de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home