POEMAS NÃO APENAS DE AMOR / João Vitor Pereira

João Vitor Pereira nasceu em Santa Bárbara d’Oeste (SP), em 5 de dezembro de 2000, primeiro filho do casal Reginaldo Pereira e Mônica Daniela Toani de Moura Pereira. Aos cinco anos de idade começou a ler, orientado pelas professoras do Colégio Pro-Cultura Anglo, onde iniciou os estudos junto com o irmão Leonardo Pereira. No maternal já assistia a peças infantis e contação de histórias e frequentava livrarias.

Desde os sete anos diz querer ser escritor e, em meio aos estudos, brincadeiras, atividades extraescolares e encontros com os amigos, dedica um tempo para ler e escrever. Aluno comprometido e responsável, atualmente cursa a 3ª série do ensino médio. João Vitor recebe grande apoio dos pais. Desde pequeno é incentivado à leitura, pela qual demonstrou interesse tão logo teve contato com os livros. Curte participar de eventos culturais e literários, como bienais e feiras de livro. Na FLIP 2014, participou de várias rodas de bate-papo e palestras, em que se destacou por ser tão jovem e atencioso. Seguindo uma proposta de sua professora particular de redação, escreveu um poema sobre a violência contra mulher, publicado posteriormente pelo jornal da região. A boa repercussão rendeu-lhe convite para uma entrevista para o mesmo jornal. Após essa experiência e motivado pelo reconhecimento, João Vitor organizou seus poemas e assim montou-se este primeiro livro.

Convido você a sentir de coração aberto
toda provocação que a poesia causa em nossa alma.

Poderia muito de muito,
e saberia de tudo, tudo.
O nada seria apenas o nada,
sem significado,
inexpressivo e vazio de mim.

Mas me limito,
me limito a imaginar e a pensar,
a sonhar em conseguir ser,
porque sei que sou capaz de mais
do que penso em poder ser.

Serviço:

Poemas Não Apenas de Amor
João Vitor Pereira

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-5176-7
Formato 14 x 21 cm 
76 páginas
1ª edição - 2017

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home