MAR RASO / Fabio Daflon

Desde que elegeu os gigantes da alma (humor, amor, dever, medo, ira, pensamento, desejo e dor) como temas de seus livros de poemas, Fabio Daflon afastara-se da poesia marítima expressa nos livros Mar ignóbil, Mar sumidouro e Vagalume-Farol. Nesse interregno, preparou livros ainda inéditos como O sal do destempero, sobre a ira; Bico de papagaio, sobre a dor, entre outros referidos aos gigantes. Com Mar raso retorna à ambiência marinha com um livro cuja temática é a de combate ao realismo da inconsciência, isto é, de combate às pulsões de morte, quando o homem sai de mares conturbados e enxerga com mais segurança e menos desamparo. É óbvio que gigantes da alma como o amor, o pensamento e o dever ocupam posição hierárquica superior nessa embarcação, mas a guarnição toda é bem mais diversa e plural. A missão principal nessa viagem é a de deslegitimar o realismo da inconsciência pessoal, que pugna por tornar tudo que é estranho palatável, mesmo a perversidade e a corrupção frívolas e inconsequentes, como se a maldade humana passasse a ser água potável.

Se do mar inseguro ser a impressão
foi a indistinta sina desta asa de chuva
cor de nenhuma tinta derramada ao chão,
exceto a cor da fermentada uva,
matiz crepuscular vinda a oscular
areia de uma casa à beira-mar,
impossível miragem de um lar
onde o mundo inteiro possa amar
rasura de uma poça que vira oceano
e caravela leda que vai sem engano
ao âmago da concha que se fez seu casco,
viagem inconsútil onde não há fiasco
morosa e amorosa sob-brisa infensa
a tudo que é do mundo mas que não compensa.

Serviço:

Mar Raso
Fabio Daflon

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-5604-5
Formato 14 x 21 cm 
76 páginas
1ª edição - 2018

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home