COM AMOR, SONETO / Milton Luiz Moreira

Diria do garoto, do súbito encanto diante do mar... Antes cogita o enigma das espumas sob azul puríssimo, tudo quanto imerso se oculta: castelo de sereias, no infinito a soar cântico de anil em borbulha de doce mel! Todavia, o sal das águas nos lábios nega-lhe o sonho e exibe a noite; nela, o luar em dunas ao longe se deita. Percebe a solidão e dá de cara com a saudade. Tão majestoso mar dizia de olhos tímidos ou intrusos, distantes. Tanto faz, emitem o verde. Deles, sobrevém paixão, veleiro das primeiras coisas primeiras do amor! O anseio. O assombro. A sintonia. O êxtase. A rotina. A mágoa. O adeus. O recomeço... As fases do amor, bem vistas em praias abertas, convertem-se nos versos à revelia, papéis e areia, inscrições e escarpas, brotos de poeta destinado ao ofício singular. – Nem o sal, nem a poesia, nada lhe ofereceu razão tão pura. ... E voou em devaneio, decerto levado do mar para meiga solidão. De onde pontuaram versos. – Com Amor, Sonetos!

Sente como fria é a solidez do papel,
ora trêmulo no frescor de teus dedos
sequiosos de bulir mais dos segredos
que me preservam a vida sob frágil véu.

Decerto, tudo sabes de mim porquanto:
dei-te os mistérios das ambições e planos,
apresentei-te as artérias dos meus anos;
e agora – ó, agora que amor é acalanto –

a passar por mim, acrescentas minha ânsia.
Mas, no peito vibrante é sangue, é carne,
e todo eu a ti pertenço, não apenas papel.
(Do poema “Receosa”)

Nascido paulista de Indiaporã, Milton Luiz Moreira criou-se nas terras do avô e delas saiu jovem para prosseguir estudos. Desde a fase universitária, exercitou o prazer pela escrita, aplicado em produzir contos, romances, crônicas, poesias... Trata-se, em grande parte, de obra literária inédita, maturando-se em arquivos móveis, benévola com revisões compulsivas. A publicação de Fulanos e Sicranos, Junco do Quintal e Quase Poesia abriu acesso para a coletânea que ora se apresenta. Com Amor, Sonetos, por sua vez, destaca-se dos escritos tantos, sonetos quantos, ainda guardados nas gavetas e mantidos pelo autor, com carinho.

Serviço:

Com Amor, Soneto
Milton Luiz Moreira

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-5747-9
Formato 14 x 21 cm 
92 páginas
1ª edição - 2018

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home