Receba nossa Newsletter: Nome Email

CONVEXO / Antônio Hespanhol

Tal como os raios luminosos incidem sobre a superfície de um espelho convexo e refletem-se dispersamente em várias direções, a literatura também se tresmalha de maneira esparsa a depender de cada anteparo sobre o qual se precipita. O mais habitual, inclusive, é que a origem da fonte de luz seja tão distante que se concebe dela obterem-se apenas feixes paralelos. Na literatura, o caminho percorrido desde a experiência pessoal do autor, a sua ficcionalização, o acabamento da obra até a sua edição é tão longo que os versos parecem chegar de uma distância infinita até para os companheiros mais íntimos. Mas é justamente dessa distância imensurável que se projeta, virtualmente pelo reflexo, cada um desses versos para o foco. É justamente de uma ampla leitura que se convergem as interpretações e por ela a energia literária se concentra e se fortalece cada vez mais, advinda da projeção do contato de cada leitor com a obra. É por reconhecer essa propriedade da literatura e por desejar alcançá-la em sua exuberância que este livro leva o nome de Convexo. Sendo o primeiro de poemas da carreira como escritor, a experimentação da multiplicidade de eulíricos, ancorada na disciplina da forma, corrobora o propósito de restauração do estilo clássico, mas de substrato contemporâneo, apoderando-se do domínio da sua própria rubrica. Que a leitura deste livro lhes seja agradável. Ficarei sumamente satisfeito acaso provoque pelo menos uma parte da emoção estética que empreguei na composição de cada um dos versos. Agora, restarão apenas vestígios do lume que imprimi sobre o tomo.
Antônio Hespanhol.

Antônio Hespanhol, natural de Ipatinga, Minas Gerais, já com algum hábito de leitura, descobre sua definitiva afinidade pela Literatura Clássica com seus professores de ensino médio. É nesse período que desenvolve o maior gosto pelo soneto, por meio talvez do poeta mais popular da juventude, Augusto dos Anjos. Como um rito de iniciação, sai da sala de aula obcecado em reproduzir pelo menos uma vez o formato do soneto italiano. Por infelicidade, esse primeiro poema se perde dos registros, mas desde então passa a aprimorar com disciplina a construção da sua poética em versos fixos, tendência que não consegue abandonar. Quando ingressa na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), em 2009, aos 20 anos, debruça-se por mais tempo sobre livros do Kafka do que sobre qualquer compêndio enciclopédico e científico. Nessa fase, produz com intensidade, submete seus textos a alguns concursos e recebe alguma menção honrosa. Atualmente, leciona Literatura e Redação para o nível médio, e um dos seus maiores entusiasmos é assistir a alunos fortuitamente se entregando às mesmas linhas a que um dia ele foi gentilmente apresentado.

Serviço:

Convexo
Antônio Hespanhol
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-5711-0
Formato: 14 x 21 cm
72 páginas
1ª edição - 2018

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home