Receba nossa Newsletter: Nome Email

Tel.:(11)3032-1179     WhatsApp:(11)97548-1515

FILHOS DO PRECONCEITO / Margarete Beserra

Filhos do preconceito tem como finalidade mostrar a trajetória de vida sofrida que o negro atravessou durante séculos. Como entender um ser humano torturar e humilhar outro ser humano somente pela cor da pele, tratá-lo com desigualdade sentindo-se superior ao outro? Reis, rainhas, príncipes e princesas foram torturados... Com qual finalidade? Este livro conta um pouco dessa vida sofrida e mostra a realidade de negros que lutaram contra essa atrocidade cruel, que tinha o poder como única finalidade. O negro luta bravamente até hoje contra a tortura vivida desde a colonização. Quando falamos de raça, garra, luta, falamos da força e da união de um povo que sabe o que é sofrer. Filhos do preconceito cabe não somente ao negro, mas a todas as pessoas que de alguma forma sofreram ou sofrem atos de abuso, opressão e o preconceito de modo geral. Os negros que fizeram história não devem ser esquecidos, pois muitos outros lutam até hoje pela sobrevivência.

Esta obra originou-se de uma pesquisa que consistiu em analisar como está a educação do Brasil, usando como base o Quilombo Ivaporunduva, iniciado com a colonização do negro no Brasil, e sua luta por educação durante séculos. Buscou-se compreender a educação no país na época do Brasil Colônia, do Império e da República, por que a cultura africana não está presente nas escolas, mesmo com a Lei nº 10.639/ 2003 impondo-lhe obrigatoriedade, e como ela está sendo trabalhada. A abordagem foi qualitativa, usando livros e artigos acadêmicos, bem como pesquisa de campo dentro do quilombo e em algumas escolas de São Paulo e Carapicuíba, para conhecer as reais dificuldades enfrentadas. A autora tomou, como referencial teórico, autores que relatam a realidade brasileira vivida pelos negros africanos, as discriminações sofridas e a luta para conseguirem trabalhar as origens com dignidade. Não se tem a pretensão de esgotar as questões que circundam tema tão amplo, mas apenas contribuir para o debate sobre as questões da escravidão e suas implicações históricas nas relações humanas e produtivas.

Margarete Beserra nasceu no Paraná e é mãe de dois filhos. Pedagoga e psicopedagoga, com pós-graduação em Arte, Música e História, acredita em uma educação de qualidade e vive intensamente para dar o seu melhor.

Serviço:

Filhos do Preconceito
Preto é a Minha Cor
Margarete Beserra
Scortecci Editora
Educação
ISBN 978-85-366-6149-0
Formato 14 x 21 cm 
72 páginas
1ª edição - 2020

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home