Receba nossa Newsletter: Nome Email

VERSUS DE UM VIDA / Jovina GBenigno

Versus de Uma Vida tem uma natureza quase autobiográfica, mas não totalmente. Na escolha dos poemas, a autora não se prendeu a critérios, tais como ordem cronológica ou temas, foi sim o prazer de juntar parte dos seus originais e dar corpo ao livro. Cada poesia chegou por vontade própria, e a poeta teve que atendê-las. Os poemas têm nuances filosóficas acerca do sentido da vida e do paradoxo simplicidade e complexidade, dela indivisíveis, especialmente em vista das reminiscências próprias da poeta e de sua observação dos cenários, tempo e pessoas diversas, sem esquecer os metapoemas, são ainda flagrantes: o amor da autora pelos livros, o respeito à natureza das coisas, a contemplação da beleza e uma busca quase frenética para entender a si e ao outro.

Apóstolo da palavra, a expressar-se contagiante, Jovina nasceu e vive a poesia de cada segundo; sua vida é esse compêndio multicor que se lê com avidez, bem o sei, na perspectiva de aprender, ensinar e praticar o amor que, por exemplo, nos traz a grande Gabriela Mistral, no que julgo fundamental – a imensa alegria de servir. São discursos convergentes. Diz a chilena: “Sê quem tira a pedra do caminho, o ódio dos corações e as dificuldades dos problemas”. Jovina ajunta: “Quero convívios para meu tempo, almas descalças, [...] a dança dos pássaros, as brincadeiras dos peixes, [...] o cheiro de verde”. Da Charneca em flor, livro de poemas de Florbela Espanca, “As minhas mãos” da portuguesa remete ao primeiro texto deste inspirador Versus de uma vida. As mãos de Jovina, “mãos de falar de sentir”, mãos entrelaçadas às mãos da irmãzinha em noite chuvosa – no bairro de São Gerado, em Fortaleza. [...] Em sua “Tranças de mãos”, um filme emocionante, onde me encontro no meio da história.
Tarcísio Matos - Jornalista, escritor, compositor, roteirista, diretor e dramaturgo

Jovina GBenigno nasceu em Fortaleza, Ceará, na década de cinquenta, numa família de escassos recursos financeiros, onde sobrava energia, alegria, novidades, amor, lições e aprendizados. Raimundo, o pai, era amante dos livros; a mãe, Isabel Leilá, era poetisa e artista plástica. São oito filhos. Todos circulavam entre os quadros e estátuas criados pela mãe. Era um mundo mágico. Jovina é otimista e sente alegria mesmo nos mais frugais dos momentos, e o outro não lhe causa estranheza. Sua formação é em Letras (inconcluso) e em Direito (graduação e pós). A literatura a inspira, é prazer, mistério e revelação, em especial a poesia. Começou a escrever cedo, em diários onde deixava das mais confessáveis às mais inconfessáveis confidências. Teve poemas publicados em jornal da cidade e de publicação corporativa. Foi premiada em concurso nacional de poesia; integrou o Clube dos Poetas Cearenses, da Casa de Juvenal Galeno; e participou da criação do primeiro Museu de Audição de Poetas Cearenses. “A poesia é para mim porto seguro, redenção; é onde a pluralidade da vida é flagrante, como o é a morte.”

Serviço:

Versus de Uma Vida
Jovina GBenigno

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-65-5529-225-1
Formato 14 x 21 cm 
112 páginas
1ª edição - 2021

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home