Receba nossa Newsletter: Nome Email
                   
Tel.:(11)3032-1179     WhatsApp:(11)97548-1515

ANAIS DA ALVAP / Francisco José Soares Torres (org.)

Reconhecendo a grandeza dessa beleza natural, a Academia de Letras do Vale do Poti (ALVAP), com sede em Buriti dos Montes, fez uma justa homenagem ao prestigiar o Vale do Poti através de seus ilustres membros, concedendo o nome da referida academia.
Francisco Lima do Monte

O minimalismo na linguística vem se desenvolvendo desde o início dos anos 90 e vem se tornando um modo de investigação das múltiplas facetas que o minimalismo proporciona, apelando para a ideia de que a linguagem obedece a uma lei computacional perfeita, contendo apenas o que é necessário para a economia da representação linguística, que começou a se tornar significativa no início da década de 1990, partindo do princípio de que a estrutura gramatical não deve ser algo maior ou mais complexo do que o mínimo necessário para satisfazer a gramaticalidade, ou seja, almejar somente o sistema ideal que o minimalismo procura explorar em seus conceitos na gramática transformacional defendida por Noam Chomsky na obra Aspectos da Teoria da Sintaxe. A frase “A mãe ouve que a criança canta” poderia ser resumida, sem nenhuma per-da de sentido, em: “Mãe ouve, criança canta”.

Esses segundos Anais da ALVAP são orientados principalmente para voltar os ouvidos ao cântico minimalístico da toada dos poemas ditos minimalistas, mormente o Poetrix, já difundido, cultuado e cultivado entre os membros desta colenda, instruídos no cadenciado do versejar do terceto com um título, e três estrofes com, no máximo, trinta sílabas métricas, criado por um brasileiro, o baiano Goulart Gomes, no final da década de 1990, em 26 de setembro de 1999, no limiar de um Novo Milênio que se descortinava para as expressões perfeitas no conjunto dos fenômenos linguísticos.
Francisco José Soares Torres

Serviço:

Anais da Alvap
(Academia de Letras do Vale do Poti)
Vol. II Nº 1 - Dezembro de 2021
Francisco José Soares Torres (org.)

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-65-5529-664-8
Formato 14 x 21 cm 
104 páginas
1ª edição - 2021

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home