Receba nossa Newsletter: Nome Email

OS NARRADORES DAS VIDAS SECAS: DA CONSTRUÇÃO DO TEXTO À CONSTITUIÇÃO DO SUJEITO / Lourdes Kaminski Alves

De modo geral, os estudos que abordam o tema da seca, recorrente na ficção nordestina, focalizam o assim chamado romance de 30 que tornou-se conhecido no âmbito da Literatura Brasileira pela constituição de um discurso caracterizado pela emergência de uma consciência crítica da realidade.

A autora Lourdes Kaminski Alves contudo, recuando ao século XIX, alarga a perspectiva de análise, para incluir romances menos conhecidos conhecidos do grande público leitor brasileiro como Os Retirantes (1879), de José do Patrocínio, A fome (1890), de Rodolfo Teófilo, e Luzia Homem (1903), de Domingos Olímpio.

Retrocedendo ao período anterior ao romance de 30, a Autora desse instigante ensaio consegue apontar as transformações não apenas na recorrência temática da seca como da constituição do sujeito vítima de tal flagelo.

O alentado estudo de Lourdes Kaminski Alves se concentra na permanência do tema da seca em cerca de 60 anos de ficção regionalista nordestina, analisando cinco romances emblemáticos.

Além dos três citados acima, são trabalhados O Quinze (1930), de Rachel de Queiroz, e Vidas Secas (1938) de Graciliano Ramos. Em cada um deles minuciosa análise focaliza o papel do narrador e os recursos de linguagem por ele empregados.

Assim, como afirma a própria autora, o emprego de recursos estilísticos tais como o símile e a metáfora, o uso de adjetivos e advérbios, bem como de determinados verbos de movimentos, estado e transformação, revelam-se fortes indícios da subjetividade do narrador.

Lourdes Kaminski Alves é Doutora em Teoria Literária e Literatura Comparada pela UNESP, Mestre em Literatura Vernáculas pela UEL. Professora Adjunta do Colegiado de Letras na graduação e na pós-graduação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná e pesquisadora do CNPq. Profª Associada da ABRALIC e da AILC. Membro do GT e da ANPOLL Dramaturgia e Teatro.

Publicou, além de vários capítulos de livros, artigos, ensaios e resenhas. Participou  das coletâneas Grandes nomes da História Intelectual (2003), organizada por Marcos Antônio Lopes, publicado pela Editora Contexto e Reflexões sobre a cena (2005), Dramaturgia em cena (2006), Olhares sobre textos e encenações (2007), organizadas por Sheila Diab Maluf e Ricardo Bigi Aquino, publicadas pela Edufal/Edufba.

Serviço:

Os narradores das Vidas Secas:

da construção do texto à constituição do sujeito
Lourdes Kaminski Alves
Scortecci Editora
Regionalista
ISBN 978-85-366-0859-4
Formato 14 x 21 cm - 136 páginas
1ª edição - Ano 2007

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home