Receba nossa Newsletter: Nome Email

POETAGEM / Gerson Deslandes

O livro Poetagem, de Gerson Deslandes, Vencedor do Prêmio Literário Livraria Asabeça 2006, Categoria Poesia. Traz ao público seus versos livres, em geral curtos, não metrificados e só aqui ou ali rimados, parece incorporar as palavras do autor de Candide. Esse estado que, para o ácido epistológrafo francês constitui o pior de todos, é, de fato, o fermento da paixão que move a cidade e põe também em movimento os poemas deste Poetagem, livro em que o autor procura resumir sua visão urbana. Reynaldo Valinho Alvarez.


Gerson Luiz Deslandes, esse é o meu nome. Nasci no Rio de Janeiro, às 2 horas da manhã do dia sete de março de 1952. Signo de Peixes, ascendente em Capricórnio, descendente do jornalista Gerson Deslandes e da dona de casa Elvira Deslandes, brasileiros, ele carioca, ela amazonense. Cheguei aqui no bairro da Saúde, zona portuária, no Hospital dos Servidores do Estado, então Distrito Federal. Tinha dois irmãos e ganhei uma irmã alguns anos depois. Formei-me em Comunicação Social na PUC/RJ e trabalhei alguns anos como redator publicitário até entrar para o Banco do Brasil em 1980, em Parnaíba (PI). De lá fui para Campinas (SP) e voltei para o Rio quatro anos depois. Voltei a escrever para a publicidade e jornalismo como freelancer. Sempre compondo e escrevendo poesias nas horas vagas. Horas vagas? Em meados dos anos 60 fui pescado pela literatura. A isca foi a coleção de Monteiro Lobato. Escrevia e desenhava histórias de piratas na infância, crônicas na adolescência e cheguei à poesia através da música. Com 14 anos comecei a tocar violão, com 16 a fazer letras para músicas de amigos e a compor minhas próprias canções. Escrevo para enganar a loucura. Esses poemas falam mais sobre mim do que qualquer biografia, ficha médica ou atestado de antecedentes. A maioria deles foi escrita para melodias ou foi posteriormente musicada. Através da música aprendi a amar a poesia. Por isso não vejo diferença entre poesia e letra de música. E vejo que, hoje em dia, a própria prosa também está sendo absorvida pela música. Será que um dia tudo será uma coisa só?

SERVIÇO:

Poetagem
Gerson Deslandes
Scortecci Editora
ISBN 978-85-366-0820-4
Poesia brasileira
Formato 14 x 21 cm - 80 páginas - Ano 2007

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home