MANUAL DE INSTRUÇÕES DO SER HUMANO / Ana Amarylis

O livro de Ana supera a insipidez desta literatura ao vincular-se a uma forma religiosa Religião é para ser vivida, praticada e a prلtica religiosa começa com o entendimento e a disciplina dos impulsos. O combate às emoções negativas, especialmente o medo e a raiva em suas infinitas nuances, é o primeiro passo no caminho. Imediatamente é preciso também combater esta tendência tão arraigada de passar o dia reclamando de tudo: o tempo, o trânsito, o que entendemos por injustiças, as condições sociais, a falta de consideração, etc... O dispêndio de energia é incalculável tornando impossível qualquer trabalho espiritual sério.

Para nos livrarmos destas manifestações desagradáveis e inúteis é preciso um grande saber, há necessidade de ajuda por parte de instrutores religiosos credenciados, pois o controle de um aspecto negativo pode dar lugar a outro sem que percebamos direito o que aconteceu. Isto e muito mais vocês encontrarão neste livro escrito com simplicidade e sabedoria, repleto de histórias do cotidiano. Não se iludam com a simplicidade e as soluções de bom senso deduzindo daí estarmos diante de pequenas receitas para a vida cotidiana. Trata-se do processo de humanização, da organização da sociedade e da possibilidade de aproximação do mundo divino. Nada mais, nada menos. Rui Sá Silva Barros, mestre em História Social e escritor.
  
 
Ana Amarylis Vivacqua de Oliveira Gulla, nascida em Belém do Pará, é atualmente Juíza Federal do Trabalho pertencente ao Tribunal Regional do Trabalho da 15° Região,Campinas-SP.

Além da atividade jurídica que exerce profissionalmente, tem desenvolvido seu lado artístico, oriundo de sua origem materna (sua mãe era pianista clássica), no canto popular, tendo gravado um CD intitulado “Momentos que canto". Seu CD reúne sucessos italianos e MPB de grande aceitação.

Neta de escritor e filha de jornalista, pelo lado paterno, escreve regularmente poesia, contos e crônicas, além de artigos jurídicos publicados em revistas especializadas. Já tem um livro publicado, cujo título é “Momentos que Conto", tendo inclusive recebido prêmio na categoria "contos".

Escreve vários estilos, inclusive contos infanto-juvenis.

Seu primeiro livro foi prefaciado por Hernani Donato, membro da Academia Paulista de Letras.

Estudiosa de Filosofias Orientais, embora de origem cristão, é praticamente da filosofia religiosa Seicho-No-le, cursando atualmente o curso preparatório para preletores.
Casada com o empresário do agronegócio, Sebastião Lázaro Gulla, é mãe de três filhos, Igor, Laís e Diego.


 
SERVIÇO:

Manual de instruções do ser humano
Ana Amarylis
Scortecci Editora
ISBN 85-366-0529-4
Auto-ajuda - JS 3945
Formato 14 x 21 cm - 116 páginas
1ª Edição - Ano 2006

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home