O VENTO FRIO QUE SOPRA NO INÍCIO DA NOITE - CRÔNICAS DA ASA SUL / Jorge Blues

Em dez narrativas curtas da obra O Vento Frio que Sobra no Início da Noite - Crônicas da Asa Sul do autor Jorge Blues aborda o cotidiano de alguns anônimos heróis e anti-heróis da Asa Sul. Um dos espaços urbanos mais antigos de Brasília, com seus conflitos internos e externos, os perfis e as visões dos personagens que perambulam por suas quadras e a paisagem contrastante do planalto.

As interpretações personalíssimas que os personagens, têm dos semelhantes, a angústia e o vazio existencial, além das pequenas alegrias que renovam sonhos e atenuam frustrações no tortuoso contexto das relações sociais, que vão construindo a identidade emocional de uma capital com menos de cinqüenta anos de existência.  

José Jorge P. Coelho (Jorge Blues) é um autor paraense radicado em Brasília desde abril de 2001. Aos doze anos já havia lido toda a obra de Jorge Amado, parte do acervo da biblioteca paterna. Ao longo da vida leu e colecionou diversos autores, nacionais e estrangeiros, ficcionais ou não. Entre eles, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa, Érico Veríssimo, Ernest Hemingway, Roland Barthes, John Fante, Charles Bukowski e Machado de Assis.

Fez os cursos de Comunicação Social e Direito, e publicou uma pequena obra na época da geração mimeógrafo: O Amor Urbano, vendida informalmente no ano de 1982, e da qual só restam anotações. Em O Vento Frio que sopra no Início da Noite, o ser humano se enreda no universo físico, mental e social da asa sul do avião estilizado que representa o plano piloto de Brasília.

Jorge Blues é o comissário de bordo que observa, discretamente, os passageiros que embarcam nesse inusitado aparelho. Bem vindos a bordo!

SERVIÇO:

O Vento frio que Sopra no Início da Noite – Crônicas da Asa Sul
José Jorge P. Coelho (Jorge Blues)

ISBN 85-366-0202-3
Contos  - JS 3635
Formato 14 x 21 cm - 44 páginas
1ª Edição - Ano 2005

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home