MIREM-SE NA ALMA / Manoel Ianzer

Acredito que minha comunicação é crítica e aguda, mas proveitosa, levantando dúvidas, melhorando o ânimo, avivando o cotidiano e insistindo no cultivo do amor espiritual.
Com a violência implantada a nossa volta, passamos a ficar confinados, com câmeras em todas as direções, permanecemos preocupados e despreparados para abrir as portas da casa, da amizade e da esperança. Tudo isso é porque sofremos: agressões verbais, agressões físicas, agressões fiscais, agressões por todos os lados.
“Resta-nos mirar na vida, para seguir os passos da nossa missão. Resta-nos mirar na alma, defendendo-a para a nossa salvação. Resta-nos mirar no criador, para pedir a sua misericórdia”.
Não estou aqui para fazer lavagem cerebral em ninguém, mas através das minhas narrações poéticas e espirituais, mostrar exemplos e experiências das turbulências, que são atos e fatos da nossa realidade. Desejo que a sua  passagem por aqui, seja  de  muito efeito, que a  “Estrela D´alva” forneça energia para ter audácia de encarar o dia seguinte.
Manoel Ianzer – 2008

Manoel Ianzer - administrador de empresa. Nasceu em Bagé (RS) em 1948. Reside em São Paulo desde 1970. Casado com uma pernambucana, e tem um casal de filhos.

Livros publicados:
Galhos secos ou floridos 1980.
Amor ou amor 1982.
Olimpíada da vida 1985.
Portal da Alma 2007.
Mirem-se na alma 2008.

Serviço:

Mirem-se na Alma
Manoel Ianzer
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-1218-8
Formato 14 x 21 - 80 páginas

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home