Receba nossa Newsletter: Nome Email

NO SILÊNCIO DE NOSSAS IRAS / Manoel Ianzer

Eternizando sentimentos nas páginas desta obra, Manoel Ianzer nos convida a um passeio interior e sentir o mundo. Moderno na estrutura dos poemas, cria espaços para a reflexão: “para que distribuir galhos secos / para os outros?”.

Das observações do cotidiano, surge o “enduro de embaraços” na vida sem sabedoria. No poema que dá título ao livro, a “ventoinha dos neurônios” e os  “amortecedores da paz” como sinalização para desfrutarmos, mais adiante, um “sorvete da vida” ou “espalhar as costas na morna areia da praia”. Não silencio o prazer de ler suas poesias.

Está em contínua “linha de pesquisa” compartilhando descobertas. Não lhe falta “tarimba”.  Manoel Ianzer é gentil no trato com as palavras, encaminhando-nos recados poéticos para um estágio feliz”  nessa existência. Sonia Alcalde – poetisa do grupo “Cultura Sul de Bagé”.

"devemos acreditar na conduta da nossa mente
para enxergar através da lâmina do nosso eu
as surpresas do ser imperfeito
que somos
mas capazes de realizar e colher frutos importantes
então encontraremos no lampejo do céu
um ser continuamente perfeito “Deus
” - Manoel Ianzer

Manoel Ianzer
Administrador de empresas. Nasceu em Bagé (RS) em 1948. Reside em São Paulo desde 1970. Casado com uma pernambucana, tem um casal de filhos.





Serviço:

No Silêncio de Nossas Iras

Manoel Ianzer
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-1405-2
Formato 14 x 21 cm - 84 páginas
1ª edição - 2009
 
Mais informações:
 
Catálogo Virtual de Publicações
 
Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home