POEMAS EM PRETO E BRANCO / Luis Carlos Amaro

Como ser o negro mais esclarecido sem ressuscitar o ser Castro Alves na negritude à sombra desiludida a esperar nascer que a morte salve, nesse retumbar letárgico de lírios a sepultar o negro X ativista, antípodas dos mais antigos martírios presente em todo eu maniqueísta.

Emerge do sonho de claro segredo, ver em negro eis a solução: mudar a premissa, amar o sujeito do medo, requer sangue na cor, até na discórdia abre internos caminhos para reparar nesta vida ou na morte negros acordem.

Luiz Carlos Amaro Cardoso, intelectual por vocação, atencioso colega e permanentemente crítico de textos e contextos, é uma figura eclética na cultura: historiador, contista e poeta, elege temas políticos e sempre atuais como a questão sindical, pesquisa que lhe conferiu o título de Mestre em História do Brasil e a temática da negritude que é enfocada na ficção, reunida em parte neste volume intitulado Poesia em Preto e Branco e nas anteriores publicações em coletâneas literárias.

Serviço:

Poemas em Preto e Branco
Luis Carlos Amaro

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 85-366-0299-6
Formato 14 x 21 cm – 84  páginas
1ª Edição - Ano 2005

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home